segunda-feira, 31 de agosto de 2015

AGENTE DE ENDEMIAS DE NATAL READAPTADA ASSUME CARGO DE CHEFIA EM UNIDADE DE SAÚDE

Essa não foi a primeira e nem vai ser a ultima vez que agente de saúde de Natal  assume cargo de chefia em unidades de saúde. 
Isso só não é possível se o ACS ou ACE estiver na função habitual e sem problemas de saúde, mas se ele for reabilitado definitivamente é possível assumir outra função  remunerada com gratificação ou não.
Afirmamos que não é possível retirar o ACE ou ACS para exercer outra função, porque exste um TAC com Ministério Público proibindo desvio de função dos agentes.


AGENTE DE ENDEMIAS DE NATAL TEM INSALUBRIDADE MAJORADA PARA 40%

Garantido por laudo pericial administrativo do CCZ, agente de endemias que trabalha em um dos programa do Centro de Zoonoses da Capital Potiguar, teve o percentual do adicional de insalubridade majorado de 20% para 40%.
A decisão administrativa ao requerimento do servidor  CARPINELI LIMA DOS SANTOS, foi publicada no Diário Oficial do ultimo dia 28/08.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

SINDAS SE REÚNE COM CCZ - NATAL E CONHECE PROJETO QUE SERÁ COLOCADO EM PRÁTICA EM OUTUBRO DE 2015

Na manhã de ontem, nos reunimos com CCZ-Natal, para discutirmos assuntos relacionados aos ACE. O CCZ aproveitou a reunião e apresentou um projeto que será adotado no Programa Dengue a partir de outubro desse ano.
No nosso ponto de vista, o projeto piloto denominado “Vigia Dengue”, que será adotado em Natal por iniciativa do CCZ, reúne técnicas inovadoras e eficazes de monitoramento, que possibilitará a detecção de áreas de risco e iminência de Dengue, antes mesmo que ela ocorra.
Boa Parte das técnicas de monitoramento foram desenvolvidas pelo ACE André, e consistem em mapear todas as micro áreas de Natal, mediante confronto de informação semanais atualizadas.   
Além das técnicas administrativas com a utilização dos dados de campo coletados pelos ACE, o Programa Dengue sofrerá mudanças, tais como: redução do quadro de supervisores e reativação da figura do chefe de turma-CT, cada supervisor terá uma vam para transportar seus agentes e não será mais feitos os liras periódicos, apenas o anula que o Ministério da Saúde exige.
Segundo estudos realizados pelo CCZ, o que será objeto de um trabalho a ser publicado em breve, o LIRA e os 6 ciclos de visitas anuais não impedem que ocorra epidemia de Dengue.
Para Alessandre Tavares, Diretor do CCZ as técnicas adotadas no combate a Dengue além de ultrapassadas são ineficazes e tem colaborado para os agentes perderem o encanto pelo que fazem.

SINDAS PARTICIPOU DE SEMINÁRIO DE AGENTES DE SAÚDE DO VALE DO ASSU.


Na última quarta feira, atendendo o convite dos agentes de saúde de Carnaubais/RN, os diretores do SINDAS/RN se fizeram presentes num seminário organizado pelo Sindicato Municipal, para discutir os problemas da Região do Vale do Assu.
O Presidente e o Vice Presidente do SINDAS fizeram parte da mesa e tiveram uma importante participação no seminário. Foi feito um amplo debate sobre o PMAQ, legislações que envolvem os ACE e ACS (EC 51/2006, Lei 11.350/2006 e Lei 12.994/2014), Portarias 1.024 e 1.025 e Decreto do Piso Nacional.
Além dos temas abordados na palestra, foram discutidos outros problemas enfrentados pela categoria, tais como: assédio moral, segurança no meio ambiente de trabalho e falta de bloqueadores solar corporal e labial.
Participaram do seminário, a Secretária de Saúde de Porto do Mangue, o Secretário de Saúde e a Vice Prefeita de Carnaubais de Carnaubais.
Durante o evento foram homenageados o Médico Zenildo Batistas (ex-prefeito) e a ex-secretária de saúde Alzenir, pelo reconhecimento e valorização da categoria quanto atuaram à frente do Executivo Municipal e da SMS de Carnaubais.
Vários agentes de saúde se manifestaram, seja com perguntas ou falando um pouco da realidade do seu Município.  O ACS de Ipanguaçu Sr. Carlos Rondny contou que na sua cidade o PMAQ é pago em uma modalidade de rateio que quanto melhor os indicadores mais ganha o servidor, esclareceu que vem sendo pago o p/isso nacional desde 2009 e
Ao término do seminário foram aprovados alguns pontos a serem defendidos na Conferencia Estadual de saúde. O SINDAS propôs: 1-  Reformulação das Portarias 1.025/2015 e 1.143/2015; 2- Pagamento de 50% de PMAQ de forma equânime entre os profissionais das equipes contempladas com Programa de Melhoria de Acesso da Qualidade da Atenção Básica-PMAQ; 3- Fardamento e E.P. I completo uma vez ao ano; 4- Bloqueadores corporal e labial FPS-50 uma vez ao mês; 5- Programa de requalificação profissional voltado para as áreas de atuação odos ACE e ACS; 6- Exames de saúde para ACE e ACS duas vezes ao ano; 7- Auxilio alimentação de R$ 15,00 para ACE e ACS e 8- Ajuda de custo para o deslocamento dos ACE e ACS.
Para nós que compormos o SINDAS e temos a consciência que somos os representantes legais da categoria dos ACE e ACS, o fato do seminário ter sido organizado pelo Sindicato Municipal não nos deixa nenhum pouco chateado.
Temos a opinião que na hora de lutar pelos interesses da classe trabalhadora, não importa quem representa quem, o que importa é o objetivo comum de defender os trabalhadores.
No caso de Carnaubais o Sindicato Municipal tem uma belíssima história de atuação na defesa dos agentes de saúde e o SINDAS/RN só vem para se somar e ajudar a escrever mais páginas no livro de conquistas da categoria daquele Município. 

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

MUDANÇA NO SISTEMA DA FOLHA DE PAGAMENTO DA PREFEITURA DE NATAL CAUSA TRANSTORNO AOS SERVIDORES ATIVOS E APOSENTADOS

Se não bastassem os problemas já enfrentados pelos servidores, agora com a mudança do sistema que opera a folha de pagamento da Prefeitura de Natal, vários servidores ficaram sem salários, foi feito descontos previdenciários indevidamente dos aposentados que ganham menos R$ 3.800,00, e ainda, tem servidor que simplesmente foi retirado da folha.
Aliado a todos esses problemas, alguns agentes de saúde que fizeram greve teve o contracheque zerado. Segundo a SEMAD o problema veio da Secretaria de Saúde, mas em contato com a SMS, fomos informados que as faltas da greve foram abonadas pela SMS e a informação enviada a SEMAD foi nesse sentido.
Agora nos resta fazer o lentamente das pessoas prejudicadas e solicitar providencia urgente, que no casso dos descontos, é uma folha suplementar urgente.
Pedimos aos nossos associados que passarem por algum desses problemas que nos procure trazendo cópia do contracheque que já está disponivel na SEMAD. As que não são filiados lamentaram, mas só poderemos atuar na defesa dos filiados, afinal sendo filiado ele têm seus direitos e o SINDAS os deveres. 
AGENTE ANTIGO COM SALÁRIO ZERADO
AGENTE APOSENTADO COM DESCONTO INDEVIDO DE PREVIDÊNCIA

terça-feira, 25 de agosto de 2015

PREFEITURA DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE TEM 5 DIAS PARA COMPROVAR DEVOLUÇÃO DE INSALUBRIDADE DOS ACS SOB PENBA DE MULTA DE R$ 1.000 POR DIA


Na tarde de ontem, protocolamos uma petição na 1ª Vara Cível de São Gonçalo do Amarante, solicitando providências sobre o descumprimento da decisão judicial que determinou a reimplantação da insalubridade no contracheque dos ACS.
Hoje pela manhã fui pessoalmente a São Gonçalo do Amarante  com Dr. Nelber, para falar com a Juíza substituta e pedir urgência no despacho da nossa petição protocolada ontem.
A juíza já despachou a petição e determinou o seguinte:

DESPACHO

Intime-se a parte demandada para que, em cinco dias, comprove o cumprimento da determinação liminar, sob pena de multa diária no valor de R$ 1.000,000. São Gonçalo do Amarante/RN, 25 de agosto de 2015. Denise Léa Sacramento Aquino Juíza de Direito.

MINISTÉRIO DA SAÚDE DEFINE A FORMA DE REPASSE DOS RECURSOS PARA O CUMPRIMENTO DO PISO SALARIAL DOS AGENTES DE COMBATE ÀS ENDEMIAS (ACE) E DO INCENTIVO FINANCEIRO PARA FORTALECIMENTO DE POLÍTICAS AFETAS À ATUAÇÃO DOS ACE.


Na última sexta feira (21/08), foi publicada no Diário Oficial da União-DOU, a Portaria 1.243, do Ministério da Saúde, que define a forma de repasse dos 95% dos recursos para o piso salarial nacional dos ACE, bem como, dos 5% de Incentivo Financeiro para o fortalecimento das políticas afetas à atuação dos ACE.
Alertamos aos companheiros, que a Portaria não traz em seu bojo, nenhuma alteração concernente ao aumento de valores do piso, muito menos o incentivo adicional trata-se de uma gratificação como muitos estão comentando.
Na verdade os R$ 1.014,00 que antes era repassado com base apenas no número de ACS, agora com a portaria 1.243/2015, passa a ser repassado também com base no número de ACE.
O valor de R$ 1.014,00 será desmembrado, onde os 95% que totaliza R$ 963,30 será de Assistência Financeira Completar-AFC, para o cumprimento do piso salarial e os 5% do incentivo que totaliza R$ 50,70, será de Incentivo Financeiro para o fortalecimento das políticas afetas à atuação dos ACE. Somados os valores repassados pelo Ministério da Saúde dará o que já é repassado, ou seja, R$ 1.014,00.
A portaria também regulamentou que serão repassadas 13 parcelas anuais, onde 12 são para o piso e a 13ª é o incentivo adicional de final de ano, conhecido popularmente e equivocadamente como 14° salário.
Para quem acha que a publicação da portaria resolveu o problema dos ACE, se engana, porque no Art. 3º, fica claro que serão repassados os recursos com base no número máximo de agentes definido pelo Ministério, nos termos que dispõe o anexo único da Portaria nº 1.025/GM/MS, de 21 de julho de 2015.
Considerarmos que o número máximo de ACE definido na Portaria nº 1.025/GM/MS, está bem abaixo da realidade, significa dizer que os Municípios Brasileiros não receberão recursos suficientes para pagar o piso salarial. Além disso, se determinado município resolver pagar o incentivo de final de ano também não receberá recursos suficientes.
 Para se ter ideia da dimensão do problema gerado pela portaria 1.025/2015,  as prefeituras têm um número de agentes de endemias em seus quadros, e agora, o Ministério da Saúde normatiza que só repassa recursos para X agentes.
Nos municípios que tem 100 ACE, por exemplo, o Ministério tá dizendo que só pode ter 50, com isso, só repassará recursos para 50. Mesmo sabendo que se tratando de agentes efetivos a Prefeitura não pode demitir eu pergunto: qual será a reação dos gestores? Será que terá essa facilidade toda para arcarem com as despesas com recursos próprios?
Em minha opinião, ou se muda a Portaria 1.025/2015 para se adequar a realidade de cada cidade, ou teremos sérios problemas para administrar.  Só não se pode abrir exceção para os casos de cabides de emprego existentes em muitas prefeituras, onde ainda se mantem agentes como cargo comissionado ou temporários, com ingresso após Lei 11.350/2006, que proíbe a contratação temporária ou terceirizada de ACE e ACS.
Fiquem atentos e não se deixem iludir com falsas expectativas, porque às vezes o repasse de uma informação que não é devidamente explicada, corre nas redes sociais em uma velocidade incalculável. 
VEJA A PORTARIA Nº 1.243/2015 
VEJA O NÚMERO MAXIMO DE ACE POR MUNICÍPIO CLICANDO AQUI

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

PREFEITO E SECRETÁRIO DE SAÚDE DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE DESCUMPREM DECISÃO JUDICIAL DO TJR/RN QUE MANDA REIMPLANTAR INSALUBRIDADE DOS AGENTES


O SINDAS/RN, representante legal dos ACE e ACS, ingressou com uma ação judicial na 1ª Vara Cível da Comarca de São Gonçalo do Amarante, na qualidade de substituto processual.
A ação visa anular o ato da Administração Municipal, que ensejou na retirada do adicional de insalubridade dos agentes comunitários de saúde.
A retirada da insalubridade ocorreu logo após a implantação do piso salarial da categoria, ou seja, a Prefeitura deu com a mão e retirou com a outra.
O Juiz titular da 1ª Vara Cível negou o pedido de liminar do SINDAS, que tinha o objetivo de garantir a devolução imediata da insalubridade, mas recorremos e ganhamos. O Tribunal de Justiça do RN entendeu que o Sindicato tem razão e determinou a devolução da insalubridade nos contracheques do mês de julho.
No dia 07 de julho de 2015, a Prefeitura foi notificada para cumprir a decisão, mas descumpriu o comando judicial e ingressou com Agravo de Instrumento com Suspensividade no TJRN, visando modificar a decisão, mas perdeu novamente.  
O Relator não conheceu do recurso   e decidiu “Isto posto, na hipótese, como não foi trazido nenhum fato ou fundamento jurídico novo capaz de modificar o entendimento anteriormente esposado, impõe-se a manutenção da decisão de fls. 142/144 V, motivo pelo qual indefiro o pedido de reconsideração, deixando de conhecer o agravo interno...”
Hoje o Presidente do SINDAS, Sr. Cosmo Mariz esteve na 1ª Vara Cível de São Gonçalo e protocolou uma petição pedindo que a Justiça intime pessoalmente o Prefeito Municipal, o Secretário e o Procurador do Município, para que seja cumprida a decisão do TJRN.
No pedido feito na tarde de hoje (24/08), solicitamos que o Juiz dê um prazo ao Prefeito, Secretário e Procurador, sob pena de multa diária, responsabilização criminal e por improbidade administrativa, por causa do descumprimento de decisão judicial.
Foi pedido ainda, que as contas da Prefeitura sejam bloqueadas para se cumprir a sentença e que o Ministério Público seja notificado para investigar quem estar a se obstar de cumpri a decisão judicial.
Procurei falar com Juiz, mas fui informado que o titular encontra-se de férias, mas amanhã irei falar com a Juíza Substituta e pedirei que despache nossa petição, porque se trata de uma questão que requer celeridade.
Se a juíza despachar poderá ser reimplantado esse mês, mas se ficar para o juiz titular lamentamos, mas teremos que esperar, pois ele só volta de férias no dia 02/109/2015
        O que podíamos fazer já foi e estar sendo feito. Só pedimos à categoria que tenha só mais um pouquinho de paciência, pois já tá tudo ganho pelo SINDAS e só falta a Prefeitura cumprir a decisão. Pedimos ainda, que não deem ouvidos ao outro sindicato, que além de não fazer nada pelos agentes, não representa a categoria e ainda tenta atrapalhar o que fazemos com tanto amor e dedicação. A nossa dedicação e amor se deve ao fato que Diretoria é formada por ACE e ACS e não tem partido politico dando as cartas dentro da entidade sindical. 

VEJA A PETIÇÃO PROTOCOLADA HOJE
 

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

6ª GRANDE FESTA DO SINDAS RN - 03 DE OUTUBRO DE 2015

Atenção associados do SINDAS, dia 03 de outubro será a nossa 6ª Festa do Trabalhador(a), na Área de Lazer do Sinsenat em Mangabeira Macaíba.

NO 7º ANIVERSÁRIO DO SINDAS O DIA FOI CORRIDO

A manhã dessa sexta feira, comemoramos o aniversário do SINDAS fazendo o que mais nos alegra, trabalhar em prol da categoria.
Foram 4 reuniões: Caraúbas, Riachuelo, Goianinha e Nísia Floresta. Em todas as reuniões os diretores do SINDAS, que na maioria das vezes entram madrugada a dentro nas estradas do RN, procuram atender a todos de norte a sul, leste a oeste do Estado.
Az vezes precisamos priorizar a necessidade mais urgente, mas procuramos resolver tudo dentro da medida do possível, afinal os diretores são seres humanos, adoecem, têm sentimentos, têm famílias e acima de tudo, também têm problemas inadiáveis para resolver.
EM GOIANINHA
A pauta principal da reunião foi condições de trabalho, retificação no repasse do PMAQ, discussão sobre estratégias para assegurar o repasse do incentivo adicional de final de ano, entre outros assuntos.
Recentemente a Prefeitura de Goianinha forneceu algumas camisas para os ACS, mas o desrespeito foi tamanho, que além da qualidade ser baixa, colocarão na camisa “Agentes Comutários de Saúde”. O Nome comunitários errado foi estampado em todas as camisas e a Prefeitura além de receber, fez os agentes usarem mesmo errado. A própria população observou e erro e criticou a Gestão.

NÍSIA FLORESTA
Em Nísia a discussão principal foi o rateio do PMAQ, o qual está sendo feito de forma desigual e ilegal, pois coordenador de Endemias, Digitador e Coordenação recebem os recursos do PMA, como se produzissem para o programa.
Outro assunto discutido foi o plano de cargos que a Prefeita pretende encaminhar para Câmara. Sobre esse tema tiramos as dúvidas dos ACE e ACS e traçamos metas para as próximas semanas.
Além dos pontos de pauta prioritários, foram discutidas questões de ordem administrativa, tais como: casos de assédio moral que vem ocorrendo, imposição ilegais da parte de algumas enfermeiras aos ACS.
Também foram discutidas ficha E-SUS, acolhimento que vem sendo imposto aos ACS em algumas unidades etc. Após a orientação do Sindicato, a categoria aprovou que não irá mais fazer digitação de fichas E- Sus, porque tem um digitador contratado na cidade, que além do gordo salario, recebe mais de R$ 800,00 de PMAQ.
RIACHUELO
Em Riachuelo a reunião tinha como objetivo filiar os ACE e ACS, mas terminou se estendendo, porque causa da carência de informações da parte dos ACE e ACS. Essa era mais uma cidade onde os agentes ainda não tinham se filiado ao SINDAS, mas agora após anos de abandono, se filiaram e com certeza serão bem representados.
                                             CARAÚBAS
Em Caraúbas, no estremos do RN, o SINDAS mais uma vez se faz presente para atender as demandas da categoria e tirar dúvidas relacionadas a um processo em tramite na justiça.

Em Caraúbas onde já conquistamos o piso, o PMAQ entre outros benefícios, também enfrenta problemas novos que precisam do SINDAS, por isso, nos fazemos presentes, independente da distância, afinal o SINDAS/RN representa os ACE e ACS do Estado todo e efetivamente dar a assistência merecida pelos agentes.

SINDAS/RN 7 ANOS DE VIDA E DE MUITA LUTA. PARABÉNS ACE E ACS DO RN

Parabéns ao SINDAS/RN, parabéns aos agentes de saúde do RN que têm um Sindicato forte e atuante.
Ao longo de 7 anos de existência, mudamos a vida de milhares de famílias, corrigimos e coibimos diversas irregularidades que prejudicavam a categoria, e, acima de tudo, levamos dignidade aos lares de muitos ACE e ACS, que eram abandonados e submissos as gestões municipais.

JÁ FIZEMOS MUITO PELOS ACE E ACS DO RN,
MAS AINDA EXISTE MUITA COISA A SER FEITA!
ASSUMIMOS ESSE COMPROMISSO.

A DIREÇÃO

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

MAIS AGENTES DE SAÚDE APROVADOS NO CONCURSO DE NATAL FORAM CONVOCADOS 17-08-2015


Na edição do Diário Oficial do Município de Natal, foram nomeados mais agentes de saúde aprovados no concurso de agentes comunitários de saúde e de endemias de Natal.

Os candidatos nomeados deverão comparecer a Secretaria Municipal de Administração, sito à Rua Santo Antônio, 665, Centro- Natal-RN, próximo a Igreja do Galo, para receberem as instruções sobre a documentação que será apresentada à Junta Médica do Município, bem como, para receber orientações sobre os procedimentos necessários para a posse.

ATENÇÃO: Se a posse não se der dentro do prazo previsto na legislação, o ato de provimento será declarado sem efeito.
Foram convocados 53 ACS para o Dist. Oeste, 13 para o Dist. Leste, 05 para o Dist. Sul e 50 agentes de endemias, que serão distribuídos discricionariamente pelo CCZ. 

CONFIRA A RELAÇÃO DE DOCUMENTOS QUE DEVEM SER PRESENTADOS NA JUNTA MÉDICA

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

SINDAS RECEBE REPRESENTANTES DA FEDERAÇÃO NACIONAL DOS AGENTES DE SAÚDE-FENASCE

A Direção do SINDAS/RN, recebeu na manha dessa sexta feira, a lustre visita dos representantes da Federação Nacional dos Agentes de Saúde-FENASCE.
A visita dos senhores Luiz Cláudio, Odevaldo e Antônio, que também são diretores do Sindicato dos agentes de saúde do Estado do Ceará, teve o objetivo de trocar experiencia  a respeito das greves da categoria, lutas do dia dia e perincipalmente convidar a diretoria do SINDAs, para participar de uma importante reunião em Brasilia, que irá tratar da desprecarização do trabalho dos ACE e ACS de todo País.
Oportunamente fomos convidados a conhecer melhor a FENASCE e, se for decisão do SINDAS/RN, nos filiarmos a Federação para somar forças na defesa dos interesses dos ACE e ACS de todo País. 

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

REUNIÃO DE ONTEM NA PREFEITURA DE NATAL GARANTE PAGAMENTO DE SALÁRIOS, DEFINE INSTALAÇÃO DA MESA PERMANENTE DE NEGOCIAÇÃO E HOJE PELA MANHÃ A CATEGORIA SUSPENDEU A GREVE.

Na tarde de ontem ocorreu a reunião com Secretário do Prefeito de Natal, Sr. Jony Costa, para sabermos da decisão do Conselho de Desenvolvimento do Município de Natal -CDM, sobre o desconto dos dias de greve, autorizado pela CDM e ratificado pelo Prefeito e Secretária de Administração, que assinou a portaria nº 1280/2015-GS/SEMAD, de 28 de julho de 2015 publicada no DOM dia 29/07/2015.
Na reunião com muita luta e graças ao documento que o SINDAS envio na segunda pela manhã ao Prefeito, desarmando a gestão e sinalizando uma trégua sugerida pela Câmara, fomos informados que com a suspensão da greve as faltas seriam abonados, a mesa de negociação seria aberta pra negociar a data base e os demais pontos de pauta negociados.
Na manhã de hoje foi publicada a portaria acordada na mesa de negociação de ontem, revogando a portaria do corte do ponto.
Diante dos resultados obtidos e tendo sido garantido os salários no fim do mês, a categoria resolveu suspender a greve a partir de amanhã(13-08), para aguardar a mesa de negociação do dia 19/08.
Estamos apostando nos frutos que podem colhidos com mais essa trégua dada, mas conscientes, que saímos de cabeça erguida, com salários dos dias de greve e com a mesa de negociação permanente com Prefeito, a ser instituída por Decreto do Executivo.

Aos que não aderiram à greve, foquem cientes que se a adesão tivesse sido massiva desde o começo não estaríamos passando por isso. Contamos com a participação de todos nas futuras batalhas que podem ser travadas, porque os poucos soldados ACE e ACS que guerrearam até agora com Prefeito de Natal, estão cansados e em dúvidas se vale a pena lutar pela maioria que prefere trabalhar do que lutar por salários e direitos inalienáveis.

A PEDIDO DO SINDAS A CÂMARA DE VEREADORES DE MACAÍBA REALIZA AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA

Na manhã de ontem, após decisão dos agentes de suspender a greve que durava 34 dias, foi realizada a pedido do SINDAS, uma audiência pública para debater os problemas que envolvem a categoria.
Durante o debate o Pte. Do SINDAS fez um breve histórico sobre os fatores que levaram à deflagração da greve e esclareceu detalhes a respeito dos problemas enfrentados pela categoria e direitos que obrigatoriamente devem ser respeitados.
Lamentavelmente a Gestão fugiu do debate, porque não estavam presentes a Secretária e nem o Prefeito Municipal, que foram representados por outros cargos de confiança da Gestão, os quais não responderam nada e nem falaram nada, exceto a leitura do ofício do SINDAS comunicando a suspensão da greve.
Esclarecemos para todos os presentes que a nossa greve foi adiada por 2 anos e que só foi deflagrada em 2015, porque a categoria não aguentava mais ser emperrada com a barriga.
Só com a greve foram garantidos o piso salarial retroativo a junho de 2014, o fardamento que já está sendo licitado, bloqueadores solar, de 35% de PMAQ e exames de saúde para todos.
Com a 1ª grande greve da categoria com o SINDAS a frente, a categoria ganhou principalmente respeito, porque fez uma greve ordeira, respeitosa e que não se rendeu aso caprichos e nem as chantagens da gestão Municipal, que em todo tempo atacou o movimento nas redes sociais e páginas  na internet.
Ao final da audiência os agentes dobraram os coletes da greve, que foi apenas suspensa, para simbolizar que a greve pode voltar a qualquer momento se a Prefeitura não cumprir os prazos.