sexta-feira, 30 de maio de 2014

FIQUEM ATENTOS A BOATOS, ELES SÓ TÊM A INTENÇÃO FRAGILIZAR A CATEGORIA

Vejam a resposta que demos a promotoria da saúde, o que provocou corre-corre no campo e muito me disse-me-disse. Para distorcer a verdade muitos supervisores espalharam que o SINDAS havia denunciado os agentes, o que é mentira. Como pode ser visto, não tem nada disse, o problema é que muitos supervisores vestiram a carapuça publicamente, assinando assim, o atestado de confissão de que estavam fazendo a coisa errada e se aproveitando da greve. Não se denunciou ninguém, não se citou nome de ninguém, mas a resposta e a ameaça de denunciar a Direção do CCZ e os supervisores gerais foram suficientes para haver sobraça sobre os supervisores. Tudo isso foi suficiente para distorcerem a verdade. Leiam o ofício abaixo e tirem suas próprias conclusões ACE e ACS. O ofício nada mais é do que uma defesa a categoria toda, estando ou não de greve. Lamentavelmente a verdade prevalece e lamento os que dão ouvidos a boatos e não buscam a verdade.

A PEDIDO DOS SINDICATOS PREFEITURA AMARRA PRAZOS PARA RESOLUÇÕES DE PONTOS DE PAUTA

A pedido de todos os sindicatos, o Secretário de Saúde, reemitiu novo documento amarrando prazos menores para resolução de pontos de pauta, que também são importantes para os servidores. O documento foi enviado ao SINDAS na manhã desta sexta feira. Nele consta que o PL da gratificação odos agentes será enviado a Câmara num prazo de 10 dias. Esse prazo se deve ao fato de ainda está se discutindo a retroação da gratificação para o mês de março e por que o SINDAS exigiu dar vistas no projeto de lei, antes de ser encaminhada a Câmara de vereadores.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

ATENÇÃO AGENTES DE SAÚDE DE NATAL, TEM GENTE QUERENDO ATRAPALHAR AS CONQUISTAS JÁ ASSEGURADAS.

Caros companheiros e companheiras, nós saímos vitoriosos de todas as greves que promovemos, por que sabemos a hora de entrar e sair. Nós não manter greve por determinação de partido político e nem utilizar o movimento dos trabalhadores, como palanque eleitoral para promover ninguém.
Depois que os agentes de saúde resolveram aceitar a proposta de gratificação de R$ 150,00, para depois da implementação do piso nacional discutir o reajuste do valor, bem como, aceitar o reajuste de 5,68% sem mexer na VICT e suspender a greve por 24h, até ser resolvido o abono das faltas e do auxílio alimentação,  um determinado sindicatozinho, que nunca consegue nada para os servidores e só levam o tempo em fazer política partidária usando os trabalhadores e a estrutura do sindicato, está percorrendo as unidades para caluniar e difamar os que realmente lutam pelos interesses da classe trabalhadora.
As calúnias proferidas por PARTIDARISTAS ou por quem se vende por um prato de comida e alguns litros de combustível, são as mais diversas, e apesar de não atingir os verdadeiros sindicalistas, estão servindo para armar a gestão contra os servidores e podem atrapalhar os avanços já conquistados, se os agentes derem ouvidos.
Aqueles que insistem em tentar confundir a cabeça dos agentes de saúde, além de não poder representa-los, nunca conseguiu nada de vantagem financeira para nós. A maioria tem mais de 18 anos como agentes de saúde, e mesmo sempre vindo recursos do Ministério da Saúde, nunca conseguiram o que nós do SINDAS conseguimos.
Na história do SINDAS só existe vitórias para os agentes, vejamos algumas:
1-    Conseguimos ainda como celetistas a Produtividade que diziam ser impossível, por que éramos regidos pela CLT. A produtividade era inicialmente de nível elementar e depois corrigimos os valores para R$107,00 e 214,00;
2-    Reajuste de 62% na gestão Micarla, que se dividido por todos os anos que os agentes ficaram filiados em outros sindicatos ainda seria maior que os reajustes míseros conseguidos;
3-     Mudança de regime, o que nos conferiu a estabilidade funcional e todos os direitos do Estatuto dos Servidores;
4-    Auxílio transporte em dinheiro;
5-    Auxílio alimentação para os ACE e depois para os ACS;
6-    Insalubridade para os agentes de 2008, que requereram individualmente e foi negada, mas o SINDAS conseguiu a implantação em 2014, e todo o retroativo já está na justiça e poderá ser julgado a qualquer momento.
Tanto a insalubridade dos ACE de 2008, quanto o auxílio alimentação de R$ 220,00, para os agentes comunitários foram pautas da última greve, da qual saímos vitoriosos. Greve esta, que a Prefeitura propôs 3% de reajuste e nós arrancamos 8% sem mexer na VICT.
Agora em 2014, com muita luta arrancamos 5,68%, quando a gestão propôs inicialmente 0%, depois propôs 2% em março de 2014 e 3,68% em 2015. Graças ao SINDAS descobrimos que o reajuste de 5,68% seria dado com a VICT. Depois disso, intensificamos a luta e como muito empenho do SINDAS e SENSENAT o governo resolveu dar o reajuste sem mexer na VICT.
Arrancamos 5,68% de reajuste real, e com muita luta, asseguramos uma gratificação para ACE e ACS no valor de R$ 150,00. Todos sabem que inicialmente propomos uma gratificação de 50% do salário base e a Prefeitura propôs 10%, o que corresponderia em média a R$ 100,00. A proposta de 10% foi rejeitada e propomos que a gratificação fosse de 40%, mas a Prefeitura rejeitou a proposta e ainda retirou a proposta de 10% sobre o salário base, propondo por último R$ 150,00 de gratificação e discutir o reajuste, após entrada em vigor do piso nacional da categoria.
  A título de conhecimento essa gratificação será paga com recursos da Atenção Básica e do PMAQ. Recursos estes, que outro sindicato já está de olho, para reajustar as gratificações de quem já recebe.
As falácias de que não era pra ter aceito R$ 150,00 tem a finalidade de tentar induzir a categoria, de que houve prejuízo, o que sabemos que não houve, vez que, será paga uma vantagem financeira que nunca existiu. Depois da a gratificação ser criada por lei será outra coisa, além de termos uma vantagem só nossa, poderemos lutar para reajustar o valor e não lutar para criar a lei.
Imagine se agentes rejeitassem a proposta do Secretário e recursos ficassem livres para Prefeitura usar no que quiser? O que querem de fato é que os agentes abram mão da gratificação por que o valor não é o que gostaríamos. O verdadeiro interesse por trás de tudo isso, é de que esse dinheiro fique livre para prefeitura usar com os outros servidores e os agentes ficarem a ver navios.
“Não se deixem levar por mentiras e nem caiam nas armadilhas de quem não consegue nada para os trabalhadores e de quebra procuram  atrapalhar os que conseguem vantagens importantes”.
Não permitiremos que ninguém atrapalhe o que já está assegurado para os servidores. Terça feira convocamos todos os agentes de saúde, para passar o dia todo na Câmara de Vereadores, para garantir a votação e aprovação da nossa data base.
A feijoada estará no ponto que todos adoram.


terça-feira, 27 de maio de 2014

GREVE DOS AGENTES DE NATAL CHEGA AO FIM COM A GARANTIA DE NÃO HAVER DESCONTOS

Caros companheiros e companheiras agentes comunitários e agentes de endemias de Natal, vimos informar que o Gabinete do Prefeito Carlos Eduardo, concordou com a condição da categoria de só retornar as atividades normais definitivamente, com a garantia de não haver desconto dos dias de greve (de 14 de abril a 26 de maio) e nem do auxílio alimentação.
A articulação foi feita com Secretário de Saúde, com Secretário adjunto da SEGELM e com Gabinete Civil, mas a definição final, só saiu à tarde por meio do Chefe de Gabinete do Prefeito, Senhor Kleber, que nos ligou e confirmou que o pleito da categoria foi atendido porque todos já retornaram as atividades.
 Sábia decisão do SINDAS de defender que a categoria suspendesse a greve e retornasse ao trabalho nesta terça feira, para negociar os dias trabalhando. Se não tivéssemos agido com coerência poderíamos ter conseguido os abonos. A categoria sai de mais uma greve com importantes conquistas e com a garantia de não ser efetuado nenhum desconto dos dias de greve e nem do auxílio alimentação.
O Secretário da SEGELM já nos ligou e confirmou a determinação do chefe de Gabinete do Prefeito. Acordamos que as pessoas que tiveram algum desconto nos vencimentos ou no auxilio que procurem o SINDAS para relacionar os nomes e traga uma cópia do contracheque para ser providenciada a devolução, de algum desconto em desacordo com o que ficou acordado.
Já está pra ser marcada com Secretário de Saúde, uma reunião para definir a redação do projeto de lei da gratificação.

Parabéns aos guerreiros agentes de saúde.
"SE DEUS É POR NÓS QUEM SERÁ CONTRA NÓS".

segunda-feira, 26 de maio de 2014

AGENTES DE SAÚDE DE NATAL SUSPENDEM GREVE POR 24 HORAS

Os agentes comunitários de saúde e os agentes de endemias, se reuniram em assembleia na tarde desta segunda feira (26-05), para avaliar a proposta final da Prefeitura de Natal enviada ao SINDAS, logo após reunião na SEMPLA ocorrida na última sexta feira.
Pela proposta a Prefeitura concordou em dar o reajuste de 5,68% sem utilizar a VICT, que já está no contracheque como vantagem pecuniária correspondente a antiga produtividade.
Em relação a gratificação para os ACE e ACS, a Prefeitura manteve a proposta da gratificação de R$ 150,00, com a condição de discutir reajuste após implementação do piso acional da categoria aprovado na Câmara e no Senado Federal. Ainda sobre a gratificação será viabilizado o desconto sobre as gratificações, com isso, o servidor poderá levar a vantagem para aposentadoria.
Depois de um amplo debate, a categoria propôs sair da greve, aceitando o reajuste de 5,68% e a gratificação de R$ 150,00, com a condição de ninguém ter descontado os dias parados e nem ser descontado o auxílio alimentação, uma vez que, além do reajuste e da gratificação estarem a quem do que merecíamos, não será aceito descontar alguma vantagem.
Mais uma vez a categoria sai vitoriosa de mais uma greve, por que uma vez implantada a gratificação, mesmo que o valor não seja o que gostaríamos, é mais fácil discutir reajuste do que criar a gratificação. Sabemos que muitos irão criticar a categoria por aceitar esse valor, mas se não aceitássemos a proposta de outro sindicato, era usar os recursos que irão custear nossa gratificação para criar gratificação para outros servidores da saúde e para reajustar o valor de quem já recebe.

A maioria da categoria tem mais de 15 anos de serviço, e sempre trabalhou sem nada a mais. Sabemos que sempre existiu os repasses do Ministério da Saúde e a gratificação do PSF, mas nem por isso os agentes nunca receberam nada de gratificação, seja ela pequena ou grande. Nenhum sindicato conseguiu o que conseguimos, mas mesmo assim, falam pelos cotovelos querendo induzir a categoria ao sentimento de derrota, mas pelo contrário é a única categoria da Prefeitura de Natal que só acumula vitorias, por sabe a hora de entrar numa greve e sabe a hora de dar um passo atrás para avançar mais adiante.
VÍDEO DA ASSEMBLEIA


quinta-feira, 22 de maio de 2014

AGENTES DE SAÚDE DE NATAL GANHAM AS RUAS NOVAMENTE NESTA QUINTA FEIRA(22-05)

Os agentes comunitários de saúde e os agentes de endemias de Natal participaram na manhã desta quinta feira, de mais uma magnífica caminhada até a Prefeitura de Natal. 
Durante a caminhada distribuímos um relatório completo dos repasses feitos pelo Ministério da SAÚDE e um informe que explica a população, que o reajuste anunciado pela prefeitura será dado com dinheiro que já é do servidor.

Durante a caminhada esclarecemos a população, que vem muito dinheiro para os cofres Municipais e que a saúde não funciona, por que falta vontade política e compromisso com povo de Natal.

Na Prefeitura fomos recebidos pelo Secretário do Chefe de gabinete, que conformou a realização de uma reunião com os secretários de saúde amanha às 15h para discutir alguns dos pontos das pautas dos sindicatos. 



MAIS UMA IMPORTANTE ETAPA VENCIDA. VITÓRIA PARA OS AGENTES DE SAÚDE DE TODO PAÍS

SENADO APROVA PISO DE R$ 1.014 PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE

O Senado aprovou o projeto que fixa em R$ 1.014 o piso salarial nacional para os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias, com jornada de 40 horas semanais (PLS 270/2006).
Houve uma mudança: os senadores retiraram os artigos que previam um reajuste vinculado ao salário mínimo. Para preservar o poder aquisitivo do piso, um acordo de lideranças manteve no texto a previsão de aumento por meio de decreto do Poder Executivo, que deverá ser estabelecido a cada ano. A matéria segue para sanção presidencial.
Os trechos retirados foram incluídos na Câmara dos Deputados. Tratavam do aumento real, a partir de 2015, equivalente à variação positiva do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. A sistemática é a mesma aplicada ao salário mínimo atualmente. O senador José Agripino (DEM-RN) alertou sobre o veto que seria feito pela presidente Dilma Roussef se essa parte fosse mantida.
A carreira de agentes comunitários foi regulamentada pela Lei 11.350/06, que permitiu a regularização dos funcionários contratados no âmbito da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e estabeleceu as diretrizes para contratação nos estados e municípios. Para ajudar no pagamento dos novos salários, o projeto atribui à União a responsabilidade de complementar 95% do piso salarial. Em decreto, o Executivo federal poderá fixar a quantidade máxima de agentes que poderão ser contratados com o recebimento do auxílio financeiro da União.
Vários senadores discursaram na sessão defendendo o projeto e os agentes comunitários de saúde pelo trabalho essencial que desempenham nos municípios.
FONTE: Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado).

quarta-feira, 21 de maio de 2014

AGENTES DE SAÚDE REJEITAM PELA TERCEIRA VEZ A PROPOSTA DA PREFEITURA DE NATAL

A GREVE CONTINUA CADA VEZ MAIS FORTE

Os agentes de saúde se reuniram em assembleia na tarde dessa  quarta feira, com a finalidade de discutir a proposta de reajuste oferecida pela Prefeitura de Natal.
 A categoria pela terceira vez ficou revoltada com o disparate da Prefeitura, e rejeitou a proposta de reajuste de 5,68%, por que o aumento será retirado da VICT, ou seja, o aumento será dado com dinheiro do próprio servidor.  
A VICT é uma vantagem pecuniária que os servidores já têm no contracheque, que corresponde a antiga produtividade, extinta em 2010 com plano de cargos e transformada em vantagem individual de caráter transitório-VICT.

Em suma, a Prefeitura prefere os servidores em greve ao invés atender as reivindicações mais simples, tais como: pagar o quinquênio, enviar para Câmara a gratificação de função para os agentes acordada em 2013, mas que não foi cumprida em 2014, dar condições de trabalho dignas e dar fardamento completo para todos.
COMO É O SALARIO DOS AGENTES DE SAÚDE HOJE



VEJA COMO FICARÁ O SEU SALARIO COM REAJUSTE DE 5,68% TIRADO DA VICT

ATENÇÃO ACE TEMPORÁRIOS DE NATAL

Foi vinculado no blog do BG que o juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública não autorizou a renovação dos contratos. Essa resposta se trata do pedido da Prefeitura e da Promotoria da Saúde para renovar os contratos que já estão renovados.
Na época como estava demorando essa resposta, nós buscamos outro caminho e argumentamos que nós propomos uma emenda em uma lei municipal através do Vereador Ubaldo, que autorizava a renovação dos contratos até as nomeações de concursados. Com base nessa lei que o SINDAS alterou, foi feita a renovação, sem precisar esperar essa resposta. Imagine se não tivéssemos lutado e achado uma saída para renovar e ficássemos esperando essa resposta? Pois é, ela só saiu agora e por sinal negativa por demais, porém não interfere em nada no contrato já existente.
OBS: O Secretário de Saúde anunciou em mesa de negociação, que pretende realizar o concurso em setembro, e que já está sendo formalizando o convenio com a COMPERV.

terça-feira, 20 de maio de 2014

PROCESSO DE PAGAMENTO DO SALARIO PENDENTE DOS AGENTES TEMPORÁRIOS ESTÁ EM FASE DE FINALISAÇÃO

Hoje pela estivemos na SMS para dar o fim no processo de pagamento dos agentes temporários, que já era pra ter sido finalizado.
Detectamos que haviam alguns erros no processo e falta de atenção da assessoria jurídica, para com os despachos já constantes nos autos. 
Outra coisa que detectamos, foi que estava sendo pedido documentos, os quais já constavam no processo.
Pegamos o processo e levamos para chefe do setor que deu um despacho para as providências finais. Com as providências de hoje, ficou pendente só o impacto financeiro e a assinatura do Secretário de Saúde. O impacto terá que ser refeito, por que não incluíram os vales transportes e o auxilo alimentação nos cálculos.
Procuramos falar com Secretário para ele assinar logo, mas devido um movimento do SINDSAÚDE na SMS, o secretário saiu sem falar conosco.

PREFEITURA DE NATAL DARÁ REAJUSTE DE R$ 5,68% COM DINHEIRO QUE JÁ É DO SERVIDOR.

PREFEITURA DE NATAL DARÁ REAJUSTE DE R$ 5,68% COM DINHEIRO QUE JÁ É DO SERVIDOR.

A Prefeitura de Natal, anuncia na mídia que está dando 5,68% de reajuste aos servidores do Município, mas é mentira. O reajuste de 5,68% para boa parte dos servidores, será pago com dinheiro dos próprios servidores, com a Vantagem Individual de Caráter Transitório-VICT, que os servidores recebem no contracheque. O que será feito é apenas a incorporação.
Para melhor entender: Se o servidor receber R$ 1.000,00 de salário e R$ 60,00 de VICT, ele terá direito a R$ 3,20 de reajuste salarial, por que os outros R$ 58,80 será retirado da VICT, ou seja, não há reajuste coisíssima nenhuma, como a Prefeitura mentirosamente vem anunciando.
Na tarde de ontem foi entregue aos sindicatos a versão final da proposto do Governo que já havia sido anunciado a mídia. O único avanço que teve foi a concordância de extinguir o abo dos de alguns servidores que ganham menos de um salário mínimo e o restante é abono.
Referente a gratificação oferecida pelo Secretário de Saúde na última reunião com o SINDAS no valor de R$ 150,00, ratificada na mesa de negociação ocorrida na SEMPLA dia 15/05/2014, na reunião da tarde de ontem 19/05/2014, não foi conformada a sua manutenção e nem tampouco o atendimento aso pontos de pauta prioritários aprovado na última assembleia da categoria protocolado na prefeitura dia 16/05/2014(ofício abaixo).
VEJA OS PONTOS PRIORITÁRIOS
1.    Atendimento integral das reivindicações de fardamento, material de trabalho e protetores solar e labial para os ACE e ACS.
2.    Abono integral dos dias de greve, sem desconto de auxilio transporte e auxílio alimentação, vez que estes adicionais vêm complementando a renda dos agentes;
3.     Criação de uma gratificação no valor de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), o que não irá onerar a Municipalidade, por que os recursos financeiros a serem utilizados já são repassados pelo Ministério da Saúde;
4.    Implantação do Adicional de Tempo de Serviço de todos os agentes de saúde, a partir do mês de maio de 2014, levando-se em conta a data de admissão de cada servidor;
5.    Que o reajuste seja retroativo a março de 2014, sobre o salário base atual de cada agente de saúde, sem utilização da VICT;
6.    Que a VICT seja incorporada definitivamente no salário base a partir de maio de 2014. 

O SINDAS e o SINSENAT, visando avançar nas negociações, propôs na última reunião com Secretário Chefe do Gabinete Civil, Kleber Fernandes e com secretário municipal de Administração e Gestão Estratégica, Fábio Sarinho, que sejam revistos os pontos prioritários apresentados pelos sindicatos e que o reajuste não seja dado retirando da VICT.
Só pra ter ideia do pouco caso com os servidores, o ofício do SINDAS protocolado desde sexta-feira passada, sequer havia sido entregue ao Chefe de Gabinete do Prefeito, o que demonstra que a Prefeitura não tem interesse de acabar com a greve.
Lamentamos que muitos agentes ainda insistam em continuar trabalhando, colaborando assim, com o Prefeito que a todo momento está afirmando que o servidor não merece valorização. Esperamos que que os colegas que ainda não aderiram a greve, se conscientizem   

Convocamos todos os agentes em greve para participarem e uma assembleia no auditório do SINSENAT amanhã 21/05 às 13:00h, com a finalidade de discutir assuntos relacionados ao movimento e a resposta que a Prefeitura ficou de enviar aos sindicatos hoje sobre as observações que fizemos na reunião, em especial sobre não tirar o reajuste da VICT.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

VÍDEO AULA COMO RECUPERAR ARQUIVOS DO PENDRIVE E REMOVER PROPAGANDAS QUE INFECTAM O COMPUTADOR

Muita gente tem passado pelo constrangimento de perder os arquivos do pen drive e cartão de memória, por que eles simplesmente somem. Ao executar aparece só uma tela preta. Isso é um vírus que o transformou arquivo em atalho, fantasiando-os em arquivo fantasma.
 Outro problema é quando o navegador de internet fica pré-programado para abrir diversas paginas de propagandas. Isso também é um vírus, que altera as configurações do sistema redirecionando a navegação para sites maliciosos ou para divulgação de produtos.

PROJETO QUE FIXA PISO SALARIAL PARA AGENTES COMUNITÁRIOS DESAÚDE SERÁ VOTADO NA PRÓXIMA QUARTA.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), marcou para a próxima quarta-feira (21) a votação do substitutivo da Câmara dos Deputados ao Projeto de Lei do Senado 270/2006, que fixa em R$ 1.014 o piso salarial nacional para os agentes comunitários de saúde e de combate a endemias, com jornada de 40 horas semanais.
As galerias do Senado foram ocupadas, desde a manhã desta quarta-feira (13), por agentes de saúde, que vêm articulando a tramitação célere da matéria no Senado. O projeto foi aprovado na semana passada na Câmara dos Deputados e, como houve alteração no texto, volta a ser apreciado pelos senadores. Se aprovada no Plenário, a matéria segue para a sanção presidencial.
Além de fixar o valor do piso salarial, a proposta prevê, a partir de 2015, aumento real equivalente à variação positiva do produto interno bruto (PIB) de dois anos antes. A sistemática é a mesma aplicada ao salário mínimo atualmente. Os valores também serão corrigidos anualmente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Para ajudar no pagamento dos novos salários, o projeto atribui à União a responsabilidade de complementar 95% do piso salarial.
Carreira
A carreira de agentes comunitários foi regulamentada pela Lei 11.350/06, que permitiu a regularização dos funcionários contratados no âmbito da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e estabeleceu as diretrizes para contratação nos estados e municípios.
FONTE: AGENCIA SENADO 


quarta-feira, 14 de maio de 2014

SENADO FEDERAL PODE VOTAR A REGULAMENTAÇÃO DO NOSSO PISO PRÓXIMA SEMANA

O projeto nº 270/2006, que teve origem no SENADO em 2006, foi para Câmara e depois de muita luta, o projeto foi mudado em 2010, surgindo o projeto nº 7.495/2006, que é o que foi aprovado na Câmara dia 07/05.
Por ser um novo projeto (substitutivo) ao que veio do Senado Federal, terá que ser votado também no Senado, para só depois a Presidente Dilma Sancionar ou vetar. Se ela vetar a Câmara Poderá derrubar os veto.
Para entender melhor o piso nacional, depois de sancionado, o piso inicial dos ACE e ACS de todo País, será inicial de R$ 1014,00. Onde já existe planos de carreira   com salário inicial inferior a esse valor terá que ser corrigida a matriz salarial. Consequentemente aplicar-se-á as correções nos valores da tabela do plano.
Segundo informações atualizadas, o PL aprovado na Câmara já está no Senado e o requerimento para colocação em pauta de votação já conta com a assinatura da maioria dos líderes de partido.
O problema é que a pauta até o momento encontra-se trancada, mas a CONACS está discutindo o destrancamento da pauta.
Se tudo der certo, e a pauta for destrancada, a regulamentação do Nosso Piso Nacional poderá ser votado hoje no Senado Federal.

REFLEXÃO PARA TRANQUILIZAR OS COLEGAS

“Uma vez aprovado o nosso piso no Senado Federal, duvido que a presidente vete, pois a situação dela não é tão estável e ela sabe que a oposição de mais de 300.000 mil agentes tem um peso incalculável”.

terça-feira, 13 de maio de 2014

SINDAS RECEBE INTIMAÇÃO DE TRÊS PROMOTORAS E DAR RESPOSTA

Durante as greves dos servidores, está virando rotina a intervenção do Ministério Público na defesa da população. A todo tempo tentam intervir nos movimentos paredistas alegando interesse público.
Dessa vez não foi diferente, o SINDAS recebeu uma recomendação das três promotoras da 62ª PJS, que tenta limitar em parte o direito de greve legítimo dos servidores.
Como resposta confeccionamos o ofício abaixo, deixando claro para as promotoras que o MP não atua como deveria contra o Município, mas na hora de agir energicamente contra a Prefeitura não o faz.
Durante todo o movimento grevista recebemos diversas denúncias, que muitos supervisores estão estimulando os agentes a não aderirem a greve, deixando a coisa correr frouxa e aproveitando-se para se evadirem do campo.
No dia 09/05 na reunião com Secretário de Saúde de Natal, deixamos claro para ele e para o Diretor do CCZ, que a adesão à greve é opcional, mas é inadmissível que muitos agentes não estejam em greve por causa de vantagens ilícitas proporcionadas por alguns supervisores.
Exemplos denunciados: O supervisor libera cedo para poder sair cedo, pega o ponto pela manhã e já deixa assinar o ponto da tarde, o agente não vai trabalhar e o supervisor abona o dia, muitos da tarde são trabalhadas pela manhã etc. Esse tipo de manobra é um câncer que não podemos deixar crescer, pois tanto afronta o movimento grevista como afronta quem trabalha corretamente.
Diferente do que muitos andam dizendo, o SINDICATO não denunciou os agentes que estão cometendo esse crime contra o patrimônio, nós tomamos a medida correta denunciamos quem está sendo conivente, ou seja Direção do CCZ, Supervisores gerais e supervisores de área.    
Alertamos a todos que GREVE É COISA SÉRIA, e se alguém acha que não vai participar da luta por reajuste, por gratificação e melhores condições de trabalho, mas vai tirar proveito do movimento grevista para não trabalhar, está na hora de fazer uma reflexão, estamos na luta por todos. Os que trabalham corretamente e os grevistas merecem respeito.


DESCULPEM TER COLOCADO O OFÍCIO DE PARNAMIRIM, MAS AGORA SEGUE O OFÍCIO CORRETO. 

sábado, 10 de maio de 2014

UM DIA ESPECIAL MERECEDOR DE UMA MENSAGEM ESPECIAL


Quero neste dia que é um dos mais sublimes a ser comemorado, dedicar essa belíssima mensagem as mães, em especial a Minha querida mãe que dos céus continuar a cuidar de seus filhos, a minha irmã Ana Mariz, que me criou e educou-me e a minha querida esposa, uma SUPER MÃE que dar orgulho de ver no dia dia.