quinta-feira, 29 de novembro de 2012

269 VAGAS DE EMPREGO NA SMS DE NATAL


EDITAL N° 008/2012.

PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE PROFISSIONAIS A SEREM ENCAMINHADOS A UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO DR. JOSÉ RUY PEREIRA / UPA DE PAJUÇARA, NA FORMA ABAIXO ESPECIFICADA:

A Secretária Municipal de Saúde, no uso de suas atribuições e com fundamento no art. 37, inciso IX da Constituição Federal de 1988, art. 2º, inciso I da Lei Municipal nº 5.543, de 19 de  janeiro de 2004 e Decreto n° 9.845 de 20 de novembro de 2012, considerando a necessidade temporária de excepcional interesse público de não interromper a prestação dos serviços da Unidade de Pronto Atendimento Dr. José Ruy Pereira (UPA-Pajuçara) durante o período em  que perdurar o estado de calamidade pública nesta rede de saúde municipal, torna público a abertura de Processo Seletivo Simplificado para a contratação por tempo determinado dos seguintes profissionais: Médico, Enfermeiro, Assistente Social, Técnico em Enfermagem, Auxiliar de Farmácia, Técnico em Radiologia, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Manutenção, Auxiliar de Serviços Gerais, Copeiro e Maqueiro, nos seguintes termos:

1.0 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES:
O presente processo seletivo simplificado tem o objetivo de selecionar, temporariamente, profissionais acima e abaixo relacionados para o preenchimento de 269 (duzentos e sessenta e nove) vagas para a realização das atividades na Unidade de Pronto Atendimento Dr. José Ruy Pereira / UPA-Pajuçara, tendo em vista a excepcional necessidade da Administração Pública, conforme quadro de vagas, abaixo relacionado:

Inscrições: 29 e 30 de Novembro no auditório da SMS de Natal

CONVOCAÇÃO DE FILIADOS PARA COMPARECER AO SINDAS


Pedimos que os agentes de endemias abaixo relacionados, entrem em contato conosco para tratar de assuntos relacionados aos processos da ITCI. Se possível comparecer a sede do SINDAS na terça feira à tarde, munidos de copias de: RG, CPF, COMP. DE ENDEREÇO E CARTEIRA DE TRABALHO.

1.  Antonio Carlos da Nobrega de Lima
2.  Danilo França de Souza
3.  Edilma Tavares de Figueredo
4.  Ednei França da Silva
5.  Edson Alexandre Cruz
6.  Gerliane Oliveira de Araújo
7.  Ivaneide Viana da Silva
8.  Jonathan Herbert de Andrade
9.  Juliana Rocha Pegado

FONTE: BLOG DO SINDAS


quarta-feira, 28 de novembro de 2012

DIGA NÃO A MAIS ESSA ADORAÇÃO SATÂNICA PERPETUADA PELA REDE PODRE DE TELEVISÃO


Em momentos pretéritos já havia abordado aqui no blog algo relacionado a mensagens subliminares. Recentemente no Brasil foi amplamente divulgada uma figurinha engraçada, mas que só por ter sido a rede podre de televisão que divulgou me chamou atenção. Essa figurinha é a febre nas rádios, televisão e repertório de diversas bandas, inclusive a Banda Grafith do RN gravou essa música.

Em breve pesquisa, pude verificar que na canção dessa figurinha conhecida como Gummy Bear, reproduzida de traz pra frente, são pronunciadas adorações em espanhol, que de traz pra frente dizem:

EM ESPANHOL DE TRAZ PRA FRENTE
malo niño niño niño
malo niño soy yo

PARA PORTUGUÊS
criança bad boy( criança mal)
Eu sou bad boy

EM ESPANHOL DE TRAZ PRA FRENTE
Jesus no existe
me vale  verga
me vale  verga

PARA PORTUGUÊS
Jesus não existe
Eu dou a mínima
Eu dou a mínima

ASSISTA O VÍDEO E TIRE SUAS CONCLUSÕES

domingo, 25 de novembro de 2012

DENÚNCIA DO SINDICATO PODE BENEFICIAR ACE TEMPORÁRIOS


Fundamentamos uma denúncia contra Prefeitura de Natal-SMS, que poderá conceder alguns direitos aos AGENTES TEMPORÁRIOS, tais como: Assinatura de CTPS, FGTS E FÉRIAS, entre outros direitos que a fiscalização achar pertinente.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

AMEAÇA AOS AGENTES DE NATAL AFASTADA



Caros companheiros(as), no final do ano passado vinculei aqui no blog a noticia de que a Procuradora Geral de Justiça do Rio Grande do Norte, havia entrado com uma ação direta de inconstitucionalidade –ADI, contra a Prefeitura de Natal e Câmara Municipal de Vereadores de Natal . A ADI visava anular os §§1º, 2º e 3º do artigo 29 da Lei Complementar Municipal de Natal nº 120/2010-PCCV da Saúde. 

Ao tomar conhecimento à época, fui juntamente com Dir. Carlos Alexandre no TJ verificar de perto os detalhadamente nos autos da ADI. 
         Há duas semanas estive no CCZ e fui informado por alguns agentes que diretores do SINDSAÚDE haviam comentado que existia uma ação para derrubar o regime estatutário dos agentes. Como já sabia do que se tratava dei todas as explicações e aformei que essa ação estava morta e enterrada, como de fato está, pois o Tribunal de Justiça tomou a seguinte decisão:

“DECIDE o Pleno do Tribunal de Justiça, à unanimidade de votos, julgar prejudicada a Ação Direta de Inconstitucionalidade por perda superveniente de objeto e extinguir o processo sem resolução do mérito com base no art. 267, VI, do Código de Processo Civil, nos termos do voto do Relator”.

         Por diversas vezes monitorei a ADI mantive diálogo com Pte. da Câmara e sua assessoria Jurídica, bem como, com a Procuradoria do Município, para que não permitissem qnenhuma discussão que viesse prejudicar a categoria. Tal ADI, graças aos recursos interpostos pela Procuradoria, foi JULGADA e não oferece mais riscos.
CONFIRA A DECISÃO NA ÍNTEGRA POR MEIO DE ACÓRDÃO DO TJ/RN

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

PROCESSO COLETIVO PARA IMPLANTAÇÃO DE QUINQUÊNIO PARA ACE E ACS

Abrimos um processo coletivo que trata da implantação de quinquênio para ACE e ACS. As perespectivas são boas, pois dentro do processo já existe um pararecer favorável da PGM sobre ratificando que não é possível quianquenio para os agentes que são celetistas, mas diz que os que sao estatutários fazem jus.
 


SUSPENSÃO DOS DESCONTOS EM FOLHA PARA O BANCO BOM SUCESSO

Em face da necessidade de uma solução para o problema dos descontos infinitos para o Banco Bom Sucesso, a atual diretoria do SINDAS se reuniu e encontrou junto a SEGELME uma forma de suspender tais descontos.
A dívida foi oriunda de um suposto empréstimo, que na verdade se tratou de um saque. O desconto feito em folha corresponde apenas aos juros e jamais chegaram ao fim, se o servidor não pagar parte dos valores da fatura.

Pensando nos nossos filiados, encontramos a solução para esse dilema. Os agentes devem requerer a suspensão da consignação em folha para o referido Banco junto a SEGELM, por meio de requerimento próprio do servidor. Segue as orientações:

Pegar requerimento na SEGELM ou no blog do SINDAS, preencher e no objeto do requerimento colocar que “REQUER A SUSPENSÃO DA CONSIGNAÇÃO EM FOLHA PARA O BANCO BOM SUCESSO”.  Anexar cópias de RG, CPG OU habilitação, comp. de endereço e contracheque. Deve ser batida cópia do requeirmente e protocolado os originais no protocolo da SEGELM.

OBS: Feito esse procedimento, o banco poderá procurar a justiça para receber o restante da dívida. Dessa vez, será a oportunidade de se negociar a dívida em parcelas iguais e de forma finita, diferente do que é hoje, uma dívida eterna.
Cosmo Mariz

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

CORREÇÃO DAS PORTARIAS E BAIXA DAS CARTEIRAS


Caros companheiros(as), venho aqui fazer alguns esclarecimentos referentes ao procedimento que estamos adotando para dar baixa nas Carteiras de Trabalho e, posteriormente, fazermos a tentativa administrativa de sacar o FGTS que encontra-se recolhido na conta vinculada da Caixa Econômica Federal.

Em primeiro lugar a nossa idéia de recolher cópias das Carteiras de Trabalho dos ACE e ACS filiados ou não ao SINDAS, tem três finalidades:

1ª - fazer a verificação das datas que cada um entrou no serviço público Municipal, conferindo o reconhecimento dos vínculos determinados pela Justiça do Trabalho nos processos de FGTS ou pela  DRT, quando em 2010, graças a uma denuncia do SINDAS a DRT determinou que a SMS assinasse as carteiras de todos os ACE e ACS com as datas retroativas. Essa atitude inclusive salvou muita gente que teve o vínculo anulado pela justiça por incompetência de alguns advogados.

2ª - Feito essas correções nas portarias, como datas de admissão, nomes e matrículas que estão errados em alguns casos, recolheremos as carteiras para SMS dar baixa. Para isso será necessário ter a portaria de enquadramento no PCCV com os dados corretos de todos os agentes.

3ª – Essas correções nas portarias do PCCV que estamos providenciando, servirão para toda vida funcional dos agentes, pois serão fundamentais na hora evoluirmos no plano de cargos.

 Imaginem se a comissão de avaliação do PCCV fosse computar as informações para evoluirmos no PCCV e elas estivessem erradas! De quem seria o prejuízo? Pois bem, filiados ou não agradeçam ao SINDAS e sua Diretoria pela brilhante e idéia e corram com as cópias para regularizarmos essa situação ainda esse ano, pois só Deus sabe se a próxima gestão terá interesse de resolver esse problema.

ATENÇÃO MUITA ATENÇÃO:
Alguns desocupados andam perpetuando no campo que essa história de sacar o FGTS é mentira, que o interesse do SINDAS é em dinheiro, que a Caixa já disse que não libera o FGTS antes dos três anos e que não levem as cópias das CTPS...

Quem perpetua tais informações confessa claramente que é do time do contra e tá pouco se lixando para os agentes, apesar de comporem a mesma categoria. Dizer que temos interesse em dinheiro é ridículo, pois diretores e demais agentes têm cerca de R$ 3.300,00 na Caixa. Se a intenção é insinuar que obteremos outros lucros é uma idiotice, pois cada um é quem vai sacar o que é seu.

 Dizer que a Caixa não libera o FGTS antes dos 3 anos da mudança de regime não nos admira nada, pois esses leigos não sabem sequer se dirigir a um colega, imaginem discutir um assunto desses com uma instituição que tem total interesse de ficar com esse dinheiro.

Lamentamos pelos que derem ouvidos e não levarem as cópias. Se futuramente forem prejudicados não nos culpem, procure a turminha do contra. Daremos prosseguimento a quem tiver interesse.

A contribuição que esses desocupados têm dado nesse processo é tentar fazer inferno com um assunto sério. O pior de tudo é que já foram alertar a Caixa para não liberar o FGTS só pra não termos êxito. Se isso se concretizar teremos que recorrer coletivamente à justiça. Só o SINDAS pode entrar com as ações coletivas, por ser o sindicato da categoria profissional agentes de saúde. Se isso ocorrer, só os que são filiados poderão ser representados por nós, mas os que não são filiados pagarão 20% a advogados particulares ou colocarão com SINDSAÚDE individualmente. Falta de aviso não foi, mas ainda há tempo de se filiar!

JÁ ACHAMOS A SOLUÇÃO PARA OCUPAR A MENTE DOS DESOCUPADOS. “OS DIRETORES DO SINDAS JUNTARÃO ROUPA SUJA EM CASA PARA MANDAR ESSE POVO LAVAR, SÓ ASSIM OCUPAM A MENTE”.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

AUDIÊNCIA NO MINISTÉRIO PÚBLICO OCORREU HOJE DAS 11:00h ÀS 14:30H.



A audiência ocorrida na manhã desta terça feira às 11:00h na sede da Procuradoria do Trabalho, como foi amplamente divulgada no Blog do SINDAS, não foi para tratar da denúncia feita pelo Sindicato, apesar de alguns pontos estarem relacionados. Se tratava de um novo procedimento instaurado à pedido da Promotoria da Saúde, pedindo a mediação da Procuradoria Regional do Trabalho no tocante aos agentes que estão parados por falta de fardamento e Equipamento de Proteção Individual-EPI.


Presentes na audiência representando os agentes de saúde: Cosmo Mariz-Presidente do SINDAS, Carlos Alexandre-Diretor de Promoções, Sérgio Verton-Dir. de Estudo Sócio Econômico, Jeová Lima e Elias Matias- Suplentes da Diretoria, além da Filiada Matilde que está afastada do campo por problemas com veneno usado no PMCD. Representando o Município de Natal estavam presentes: Cristiana Solto-Secretária de Saúde Adjunta, Marlene- Chefe do departamento de Vigilância em Saúde, Rebeca- Chefe do DGTES, Eugênio Pacelli-Coordenador Administrativo da SMS, os Coordenadores do PMCD Márcio Yvanncir e Lúcio Pereira e a Gerente Técnica do CCZ Jeane. Representando o MP Estadual estava a Promotora Drª. Elaine Cardoso e como mediador da PRT Dr. Xisto Tiago. 

A maior preocupação da Promotora da Saúde é com os altos índices de Dengue, o que segundo ela, tem aumentado por causa da paralização dos agentes e pode contribuir para uma grande epidemia em 2013. 

A promotora já havia feito uma reunião com a SMS, para cobrar providências no tocante ao fornecimento de vale-transporte, EPI e fardamento para os ACE, mas achou por bem pedir a mediação da Procuradoria do Trabalho para nessa audiência entre MP/RN, SINDAS e SMS, tentar achar uma solução que viabilize o trabalho de campo, sem esquecer é claro, dos direitos dos trabalhadores que estão sem vale-transporte (ACE temporários), sem fardamento e sem EPI (protetor solar e botas).

O Procurador e a Promotora questionaram a Secretária sobre as medidas que já foram tomadas para garantir a continuidade do trabalho de campo.  Cristiana Solto informou os seguintes prazos para entrega do que está faltando, são eles: Os EPI´s (protetores solar e botas) serão entregues pelos fornecedores em 5 dias e 30 dias respectivamente. Já as calças, camisas polo e bolsas serão entregues em 25 dias

No tocante ao vale transporte, em especial para os ACE temporários, que diferente dos efetivos que não podem optar pelo auxilio em dinheiro, foi informado pelo Coordenador Administrativo que algumas medidas estão sendo tomadas para pagar a dívida da SMS com a Natalcard, o que na nossa avaliação não é uma medida satisfatória por não resolver o problema em curto prazo. De pronto nos manifestamos e deixamos claro que o problema das recargas dos vales não será resolvido como a SMS pretende e sugerimos o que já havíamos feito em outros momentos, mas que não foi acatado porque os agentes ainda não tinham cruzado os braços.

Para resolver o problema dos vales em curto prazo, sugerimos que as recargas dos cartões de passagens sejam feitas através da SEGELM que está em dia com Natalcard. A nossa proposta depois de discutida e feitos alguns esclarecimentos por parte do SINDAS, se tornou aos olhos do mediador, da Promotora e da Própria SMS, a saída mais viável. A sugestão foi acatada e será emitida uma recomendação àquela Secretaria para viabilizar junto com a SMS o procedimento administrativo que garanta os vales aos 138 temporários.

A preocupação unânime da mediação foi com a possível epidemia de Dengue que o Município pode sofrer, se os agentes não voltarem a trabalhar. Com intuito de viabilizar o retorno dos agentes as atividades de campo, a SMS informou que fará a distribuição do protetor solar, de um tênis e duas camisetas e espera contar com a compreensão do SINDAS e da categoria, para que os agentes retornem a campo até a chegada do fardamento definitivo prevista para dezembro. 

Questionamos que muitos agentes estão sem bolsa e que o tênis não é EPI, pois não atende a necessidade quando se trata da inspeção em terrenos baldios e eliminação com uso da picadeira. Por esses motivos, ficou acordado que os agentes não farão inspeção em terrenos baldios e nem farão eliminações com a picadeira, o que não impede é lógico, de se fazer as demais eliminações sem uso da ferramenta.

Próxima semana, faremos uma assembleia com os agentes que estão paralisados e que preencheram o formulário do SINDAS informando o motivo da paralisação ao CCZ. A assembleia tem a finalidade de discutir todos os detalhes da audiência na PRT, inclusive fazer esclarecimentos sobre algumas implicações e medidas administrativas, que a Administração tomará após o fornecimento dos itens acima descritos. 

OBS: MAIORES DETALHES SÓ NA ASSEMBLEIA.

CONFIRAM A ATA DA AUDIÊNCIA NA ÍNTEGRA