quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

DIRETORES DO SINDAS PERCORREM VÁRIAS CIDADES DO AUTO OESTE FAZENDO FILIAÇÕES E LUTANDO PELOS DIREITOS DA CATEGORIA

Desde o dia 14/01/2014, os Diretores Josenilson, Canindé e Melquides estão na região do Auto Oeste fazendo filiações ao SINDAS e dando andamento em várias reivindicações dos ACE e ACS.
Dessa vez as cidades contempladas com a visita do SINDAS foram: Venha Ver, Marcelino Vieira, São Miguel, Pau dos Feros, Tenente Ananias, Patu, Portalegre, Martins e Serrinha dos Pintos.
Entre as reivindicações prioritárias está a implantação do piso nacional, garantia de fardamento, bloqueadores solar e labial entre outras.
A visita também tem o objetivo de distribuir um jornal orientando os agentes da região sobre uma nova tentativa do SINDSAÚDE e da CSP-Conlutas, de fundar sindicatos regionais de agentes de saúde. Isso vem sendo feito pelo SINDSAÚDE num total ato de desespero, por dois motivos. Primeiro porque estão proibidos pela justiça do trabalho de se meterem com agentes de saúde, uma vez que quem representa é o SINDAS e segundo, porque a CSP-Consultas central Sindical a qual o SINDSAÚDE é filiado, está na mira do Ministério do Trabalho para deixar de existir, por que o número de sindicatos filiados a ela é inferior ao exigido atualmente.
Se eles não conseguirem um número significativo de sindicatos filiados perderão o registro de Central Sindical. Inclusive a tentativa de fundar outros sindicatos apenas com objetivo de atrapalhar o trabalho do SINDAS e ferrar com a vida dos agentes, atitudes que inclusive já foram denunciadas ao Ministério do Trabalho e várias ações judiciais estão em andamento.
Por onde passamos nossa história de luta e de conquistas é amplamente conhecida. Numa boca só os agentes dizem que a categoria passou a conseguir as coisas depois do SINDAS e não admite que o SINDSAÚDE atrapalhe mais.
Nosso trabalho continua, não vai adiantar fundar sindicato e não ter filiados, por que os agentes já decidiram o sindicato dos ACE e ACS do RN chama-se SINDAS/RN.


Nenhum comentário: