sábado, 15 de dezembro de 2018

Conheça o que está acontecendo na Prefeitura de Natal-RN e faça a sua adesão a campanha “PÃO PARA NOSSOS FILHOS”.


A campanha tem como objetivo, arrecadar alimentos não perecíveis para os grevistas de Natal, que tiveram seus salários cortados covardemente pelo Prefeito Álvaro Dias que é médico e do partido MDB-RN.
DOS FATOS
Os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Endemias de Natal-RN, em greve pelos seus direitos desde o dia 19/10/2018, foram apunhalados pelo Prefeito de Natal Álvaro dias, que numa decisão covarde, imoral e desumana, retirou nosso o pão das nossas mesas deixando nossos filhos em situação caótica.
Desde fevereiro desse ano, o Sindicato da categoria buscou com muito diálogo junto a Gestão Municipal, o atendimento das reivindicações. De todos os pontos de pauta reivindicados, a metade foram objetos de acordos de greves anteriores e de leis. A outra metade depende apenas de trâmites administrativos e do bom Senso do Prefeito de Natal.
De fevereiro até outubro dialogamos muito. Alertamos que poderia ser deflagrada uma greve, porque a categoria não aguentava mais ser desrespeitada. Mesmo com várias rodadas de negociações, no dia 04/10/2018, aprovamos o indicativo de greve. O Prefeito foi notificado dia 19/10/2018, que a categoria poderia cruzar os braços.
Antes de o Sindicato publicar o Edital convocando a assembleia do indicativo de greve, enviou o ofício nº 221/2018 datado de 25 de setembro de 2018, reiterando pedido de respostas do Prefeito Álvaro Dias, a pauta de reivindicações da categoria.
Sem respostas, só no dia 02 de outubro fez publicar edital convocando assembleia campal para dia 04/10/2018. Depois de uma grande caminhada pelo Centro, a categoria instalou a assembleia em frente à Sede da Prefeitura, e por unanimidade dos presentes, aprovou o indicativo de greve para o dia 19/10/2018.
O comunicado do indicativo foi protocolado dia 09/10/2018 via ofício nº 230 e nº 231-SINDAS/RN ao Prefeito e Secretário de Saúde, nos quais contem o seguinte parágrafo: “A assembleia deliberou por maioria absoluta pela aprovação da pauta que justifica a greve, bem como, pelo indicativo de greve para o próximo dia 19/10/2018, data que a categoria poderá paralisar as atividades por tempo indeterminado, se até lá a Gestão não tiver apresentado respostas e resoluções às reivindicações da categoria”.

        De fevereiro até 19 de outubro foi muito tempo para negociar e evitar a greve, mas mesmo depois de várias conversas a Prefeitura não evitou a greve. Da assembleia ocorrida dia 04/10 ao dia 19/10, se passaram 15 dias.  Mesmo com nesse intervalo de tempo significativo a Prefeitura não deu respostas e nem nos recebeu, a categoria deflagrou a greve que completou 57 dias.
Sem nenhum diálogo ou aviso que cortaria o ponto, o Prefeito covardemente deixou centenas de famílias sem ter o que comer. Só no dia 29/11/2018, depois de cortar os salários, a SMS enviou o ofício nº 8128/2018, negando parte da pauta e mentindo em relação ao atendimento de alguns pontos.
Cosmo Mariz- Pte. do SINDAS-RN (84) 98781-4195

Nenhum comentário: