domingo, 27 de abril de 2014

ANTES DE SAIR ROSALBA PODE DEIXAR MAIS UMA DESGRAÇA PARA O POVO DO RN

Há alguns dias venho acompanhando um impasse entre o Aero Clube de Natal-RN e o Governo do Estado, que briga na justiça para reaver a posse do Aero Clube, que detém uma área de 3,3 hectares, o equivalente a três mil metros quadrados.
Não preciso dizer que na disputa pela posse de uma área dessa magnitude, vale de tudo, inclusive, buscar a formação de opiniões na imprensa de forma antiética, contrariando, inclusive, as previsões do Código de Ética da OAB, como foi o caso do Procurador do Estado Francisco de Sales Matos, que além de Professor da UFRN é Procurador do Estado e está habilitado no Processo do Aeroclube x Estado do RN.  
Como todos sabem a função de Procurador do Estado não é nada fácil, imagine se essa função for acumulada com a função de professor de Universidade Federal. Pois bem, o tempo para esses profissionais é limitadíssimo, mas curiosamente o Procurador do Estado Francisco de Sales Matos, deixou tudo de lado e dedicou-se a confecção de um artigo, publicado na Tribuna do Norte, falando justamente sobre a questão do Aero Clube, a qual além de estar sob judice, o Dr. Francisco de Sales não tem nenhuma isenção para falar sobre esse assunto, vez que, além de ser parte no processo na defesa do Estado do RN, o espaço que deveria ser utilizado por ele deveria ser a ceara judicial. Não estaria o Procurador extrapolando os limites éticos previstos no código de ética da OAB? Não se estaria ferindo o princípio da Impessoalidade da administração pública?
Em seu artigo o Procurador disse: “Ultimamente, venho acompanhando meio que à distância, mas atento, o deslinde da questão, bem como as muitas opiniões que estão vindo a público, disseminadas por quem ouviu o galo cantar, mas não sabe aonde!”. A distância coisíssima nenhuma. O interesse do Procurador nessa discussão é tamanha, que chegou ao ponto de ele deixar todos os seus afazeres de lado, para dedicar-se confecção de um artigo com a intenção de formar opiniões na cabeça dos desavisados, ou seria melhor dizer “dos que ouviram o galo cantar, mas não sabem aonde!” como ele mesmo disse?
Diferente do Procurador, não tenho nenhum interesse na questão judicial entre o Aero Clube e o Governo do Estado, mas confesso que me chamou a atenção a dedicação exagerada do Dr. Francisco de Sales pelo caso, o que me fez tecer os presentes comentários.
Considerando que ele tem interesses profissionais pela questão, e quem sabe, outros interesses que transcendem o mérito da ação judicial, tudo que for dito por ele na imprensa, em sala de aula, em redes sociais etc, transmitem apenas os seus interesses, e não as verdades dos fatos. Verdades que por sinal devem ser unicamente discutidas no âmbito do judiciário.
Deixando a questão judicial de lado, podemos afirmar que diferente do Governo do Estado, o Aero Clube tem feito muito pela sociedade Potiguar, que além de bem acolhida são dadas oportunidades ímpares, como é o caso dos jern’s, jerninhos, jogos paradesporivos e paraescolares, torneios nacionais e internacionais de tênis e beach tennis, campeonatos de natação, nado sincronizado, pólo aquático, hipismo, xadrez, tênis de mesa e futebol.
Se não bastasse todas as atividades acima, o Aero Club desenvolve um importante trabalho social em parceria com a UNIMED e a ONG Atitude e Cooperação, junto a comunidades carentes do Bairro do Bom Pastor e Mãe Luiza. O Projeto "Semeando o Futuro", vem dando bons frutos e trilhando bons caminhos para diversas crianças carentes que graças ao projeto não caíram na criminalidade e nas drogas. Nesse projeto a única contrapartida solicitada pelo Clube às Federações, são vagas livres de ônus, para que jovens carentes pratiquem as modalidades custeadas pelo Aero Club. 
O Club dispõe ainda de oportunidade de profissionalizações únicas no RN, como é o caso dos Cursos de Piloto Privado de Avião, além de dispor de escola de hipismo, natação, karatê, tênis, beach tênis, futebol, Curso de Piloto Comercial de Avião IFR, Curso Teórico de Paraquedismo, Mecânico de manutenção Aeronáutica.
Pelo pouco que foi falado acima, dar pra ter ideia da importância do Aero Club para sociedade potiguar. Mas imagine que o Estado consiga definitivamente a posse da área do Aero Club e responda as seguintes perguntas?
O Estado fará algo que sirva para sociedade como atualmente é feito?
Crianças que hoje têm oportunidades de ouro, dadas pelo Aero Club, poderão contar com Governo do RN para fazer o mesmo?
Os projetos maravilhosos desenvolvidos pelo Club serão mantidos pelo Governo?
Não precisa responder caros leitores. Se o Governo do Estado conseguir a posse definitiva do Aero Club, será feito com os três mil metros quadrados de área do Club, o mesmo o que é feito com escolas estaduais, áreas que deveriam ser de lazer, praças, parques e quadras desportivas, ou seja, tudo será sucateado e passado para iniciativa privada ganhar dinheiro.
 E os projetos desenvolvidos com as crianças de comunidades carentes? Que nada, as crianças carentes já são tratadas em centros de reabilitação para menores infratores e nos CAPS etc. Duro imaginar, tomara Deus que Rosalba não consiga mais essa desgraça para o estado.

Nenhum comentário: