quinta-feira, 7 de abril de 2016

FOI LIBERADA A SEGUNDA LISTA DE PAGAMENTO DO PROCESSO DOS R$ 50,00

A segunda lista de pagamento do processo dos 50 foi liberada e o dinheiro já está em conta judicial do TRT. As pessoas contidas na relação terão que aguardar o rateio do dinheiro em conta judicial e a confecção dos alvarás.
Além disso, temos a informar que a direção do SINDAS foi pega de surpresa com a atitude de Dr. Walter de recorrer da decisão do Juiz da 8ª, que havia negado a retenção de 15% de honorários das pessoas que têm contrato autorizando o pagamento.
        Após a assembleia de Natal tive que correr para São Gonçalo com Dr. Nelber e ver o processo de demissão em massa dos agentes de lá, que tramita na comarca a pedido do Ministério Público.
Lá do fórum de São Gonçalo, fiquei sabendo através dos diretores que ficaram na sede,  que alguns agentes do DVS ligaram para o SINDAS noticiando um possível bloqueio no pagamento da primeira lista dos 50. Olhamos a movimentação do processo e não tinha nada de movimentação nova, exceto a tramitação da petição da Sr.ª Auzelita.
Só hoje, depois de publicado o despacho do Juiz, foi comprovado que será feito o pagamento normalmente, mas os que tiverem contrato assinado no processo receberão 15% a menos, porque por determinação do juiz esse valor vai ficar guardado em conta judicial até a Presidência do TRT decidir sobre o pedido de Dr. Walter.
Os pagamentos continuarão normalmente, mas os 15% ficarão retidos e rendendo juros. Se a decisão do Juiz prevalecer, todos receberão os 15% devidamente corrigidos.
Ficamos surpresos com a atitude de Dr. Walter, principalmente, porque ele não comunicou a Direção que tomaria essa atitude. Se soubéssemos não teríamos deixado de informar na assembleia de ontem. Assim ninguém seria pego de surpresa como fomos.
  Só para lembrar aos colegas dissemos na assembleia que era justo reconhecer o trabalho de quem ganhou o processo, e esclarecemos que o juiz tinha desautorizado reter os honorários, mas a decisão era de cada um dos ACE e ACS.
 Nesse primeiro momento, o que podemos fazer é procurar relacionar as pessoas que tem contrato, com isso, saberemos quem terá os 15% retido ou não.
Quanto à questão de Dr.Walter ter recorrido da decisão do Juiz, nenhum diretor do SINDAS sabia que ele pretendia fazer o que fez. Não esperávamos essa atitude, porque ele já havia nos garantido que “não iria recorrer em respeito à Direção e para não atrapalhar os pagamentos de ninguém, mas que tinha base legal para questionar a decisão do Juiz da 8ª Vara”.
Passamos na assembleia que o pessoal do setor de precatório tinha nos pedido para informar à categoria que evitasse estar ligando para o setor, porque têm poucos servidores as dezenas de ligações para o setor estava atrapalhando expediente.
Como tem gente que fica conversando na assembleia e às vezes age de má fé para distorcer as informações, estão passando para categoria em grupos de redes sócias que mentimos. Podem ligar a vontade e os próprios servidores da 8ª Vara disse.
Nenhum servidor da 8ª Vara pediu para não ligar, quem pediu foi uma senhora do setor do Precatório. Mas vamos fazer o que orientaram nos grupos, ligar centenas de vezes para 8ª Vara, assim, os próximos a pedirem para não ligar serão os servidores da Vara.
É tanto disse medisse sobre esse assunto, que deu no quem deu e garanto que os culpados não são diretores do SINDAS, são aqueles que não estão medindo esforços para tentar ser. Ocupam seu tempo para denegrir, caluniar e arquitetar maldades que só prejudicam a categoria.

Nenhum comentário: