terça-feira, 7 de agosto de 2018

MAIS UMA IMPORTANTE CONQUISTA PARA OS AGENTES COMUNITÁRIOS E AGENTES DE ENDEMIAS DE JARDIM DE PIRANHAS-RN

REUNIÃO COM PREFEITO E CATEGORIA
Não diferente de outros municípios do Rio Grande do Norte, antes de se filiarem ao SINDAS/RN, os agentes de saúde de Jardim de Piranhas eram carentes de quem lutasse pelos seus interesses.
A primeira grande conquista da categoria com SINDAS à frente da representação, foi a efetivação deles estatutários ocorrida no final de 2016. Esse importante avanço, teve um significado diferenciado, primeiro porque eram perseguidos e ameaçados de demissão por qualquer motivo, pelo fato de serem carteira assinada. Segundo porque todo FGTS estava na conta vinculada correndo juros até o dia da mudança de regime.
Com a mudança de regime, o SINDAS/RN promoveu ações judiciais e garantiu a todos os agentes, a possibilidade de sacar o FGTS depositado em conta vinculada.


FARDAMENTO EM DIA

Atendendo as reivindicações do SINDAS/RN e reconhecendo a importância do trabalho desenvolvido pelos agentes, a Prefeitura efetuou há alguns meses, a entrega do fardamento, calçados e bloqueadores solar.

REAJUSTE NO VALOR DA INSALUBRIDADE
Essa foi a conquista mais recente do SINDAS/RN em prol dos ACE e ACS de Jardim de Piranhas.
Fruto de uma negociação do Presidente do Sindicato, do Dir. de Assuntos Jurídicos com a Gestão Municipal representada pelo Prefeito, Procurador, Secretária de Saúde e Contador, garantimos que o percentual de 10% de insalubridade fosse majorado para 20% do salário base dos ACE e ACS.
Não foi fácil convencer a gestação, porque os 10% estava previsto em uma lei municipal negociada à época pelo SINDSAÚDE. Inicialmente a Gestão discordava de mexer na lei, mas depois de muito diálogo e de vários documentos fundamentos enviados pelo SINDAS, a Gestão resolveu alterar a Lei e estabelecer no novo ordenamento municipal, que ACE e ACS fazem jus a 20% por cento de adicional de insalubridade.
Além dessa importante conquista, a Gestão analisa o pleito do SINDICARO, de majorar o valor da insalubridade dos agentes de endemias de 20% para 40% por cento. Isso não será tão fácil, mas tudo está sob análise da assessoria jurídica da Prefeitura, que das duas uma, ou acatará nossos argumentos e reajustará o percentual para 40% ou fará laudo técnico para aferir o percentual dos ACE.
A luta não é fácil e confesso que nos falta tempo de divulgar todas as nossas ações. Além várias reuniões importantes que conduzimos, várias viagens longas onde rodamos por dia 800km, os afazeres diários no expediente interno da entidade e o atendimento presencial e a distância dado aos associados, NÃO CONSEGUIMOS SUPRIR TODAS AS NECESSIDADES EM TODAS AS CIDADES.
VOTAÇÃO DA NOVA LEI DE 20%  DE INSALUBRIDADE SOBRE O SALARIO BASE

Nenhum comentário: