segunda-feira, 23 de setembro de 2013

PAUTA DESTRANCADA, CABE AGORA HENRIQUE ALVES CUMPRIR O QUE PROMETEU

Dilma retirou a urgência constitucional para a tramitação do novo Código de Mineração (PL 5807/13). O pedido havia sido feito pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, no início do mês. O cancelamento da urgência foi publicado na edição desta segunda-feira (23) do Diário Oficial.
No acordo costurado com o governo, a previsão é que a proposta seja votada na comissão especial no dia 15 de outubro e no Plenário na semana seguinte. O cronograma proposto por Henrique Alves obteve o apoio dos governadores de três estados produtores (Goiás, Pará e Minas Gerais).
Henrique nos garantiu que se retirada a urgência constitucional do código de mineração votaria outros dois projetos que também estão com urgência, e colocaria o PL do nosso piso em votação.
Segundo informações, a Presidente Dilma retirou a urgência com duas condições: Que não seja posto em votação nem a PC 300 dos policiais e nem o PL 7.495/2006 do piso dos agentes de saúde.
Cabe agora aguardarmos e vermos se o Dep. Henrique irá quebrar a palavra que deu aos agentes do Brasil e em especial do RN, ou se ficará refém do Executivo>

Com a palavra Henrique Alves, os mais de 8.000 agentes do seu estado(RN) aguardam o cumprimento da sua promessa. Está nas suas mãos.

Nenhum comentário: