quinta-feira, 3 de março de 2016

MOVIMENTO UNIFICADO PELA DATA BASE E MUDANÇA DE NÍVEL TEVE ADESÃO DOS MESMOS SERVIDORES DAS GREVES PASSADAS

No dia 1º de março, o SINDAS, SINSENAT e SINDSAÚDE, convocaram os servidores para participarem da primeira marcha pela data base em Natal.
Após a concentração na Praça Tamandaré no Baldo, os servidores seguiram pela Av. Rio Branco até o TJ/RN onde fizeram um protesto em repúdio a decisão do Pte. do Tribunal de Justiça, que cassou a liminar concedida pelo Juiz de primeiro grau que obrigava a Prefeitura cumprir a Lei Orgânica de Natal e pagar os salários até o fim do mês.
Por causa dos salários atrasados e o descumprimento do plano de cargos, esperávamos que pelo menos 1000 servidores, mas pelo que vimos os 90% dos servidores de Natal querem que apenas os 10% lute por todos.
Em nossa fala fomos taxativos, se a coisa continuar assim, não vai adiantar fazer greve em 2016, porque a maioria continua do lado de Carlos Eduardo. Diferente das outras greves, esse ano não iremos arriscar os salários da minoria por uma maioria que assina embaixo todos os descaso da Gestão Municipal. Na nossa linguagem sindical afirmamos: “Ou luta todo mundo unido ou não adianta ir para rua com seis gatos pingados”.
Além do Prefeito contar com fato dos servidores preferirem trabalhar sem segurança, sem reajuste e sem nenhuma dignidade, ainda conta com a vedação da lei eleitoral de conceder reajuste no período eleitoral.
 Em suma temos poucos servidores para lutar e pouco tempo para guerrear, porque graças a lei eleitoral a partir de junho já era.
Durante o ato, além da data base cobramos da Gestão Municipal de Natal, o pagamento dos salários até o último dia do mês, cumprimento dos direitos que vêm sendo desrespeitados pelo Governo Municipal e denunciamos várias situações, em especial a maquiagem que está sendo feita nos índices de dengue.

Relembro novamente, os sindicato não conseguem nada se os servidores não estiverem unidos e dispostos a lutar.

Nenhum comentário: