quarta-feira, 9 de março de 2016

SECRETÁRIO DE SAÚDE DE NATAL RECEBE SINDAS E COMISSÃO DE AGENTES

Na manhã de ontem(08-03), o Secretário de Saúde de Natal, Dr. Luiz Roberto, recebeu o SINDAS e uma comissão de agentes de saúde, para negociar a pauta de reivindicações da categoria.
Até sexta feira a SMS encaminhará a resposta por escrito. Após isso, realizaremos uma assembleia para discutir uma contraproposta a ser a presentada.
Informamos a todos que os argumentos usados por nós do SINDAS e pela comissão foram aceitos pela Gestão, no entanto afirmaram que não podem atender as outras pautas, seja por questão financeira ou por decisão discricionária da administração, como é o caso do ponto 4,5 e 9.
1- Em relação ao incentivo de final de ano o Secretário disse que não tem nenhum interesse de repassa-lo, porque o beneficio não existe para os demais servidores.
2- Sobre o reajuste da GIDAS propôs  R$ 100,00 e com a maior choradeira.
3- Sobre a criação de auxilio bloqueador, foi dito que a criação de incentivo não desobrigaria a Prefeitura de fornecer bloqueadores e o incentivo seria uma gratificação.
4- Sobre a criação da lei que defina critérios para ser supervisor, o Secretário disse que não concorda, porque as chefias devem ser pessoas de confiança da Gestão e não dos próprios servidores.
5- Em relação ao recesso de final de ano, o Secretário disse que não tem a mínima possibilidade, porque essa benesse não existe para os demais servidores.
6- Já está sendo feita a arte e logo logo todos os agentes serão convocados, para fazer fotos atualizadas.
7- O Secretário disse que ainda essa semana fará uma reunião com a SEMAD, para discutir esse problema. Disse que concorda com a implantação e que os pareceres sobre a insalubridade estão equivocados.        Afirmamos que só aguardaremos essa semana, se não resolverem será na justiça e ficará mais caro. 
8- Sobre a data base é com Prefeito, afirmou a SMS, porque esse ponto de pauta abrange todos os servidores.
9- O Secretário disse que não tem nenhuma de horário corrido, primeiro porque já foi objeto de decisão judicial, o MP é contra e não se justificaria reduzir carga horária agora em plena epidemia. Mas afirmou que está disposto a discutir o assunto em outro momento.
10- O Secretário disse que por orientação jurídica da Procuradoria não atenderá esse ponto de pauta.
11- Já está tudo acordado, serão feitos os exames adequados aos inseticidas usados atualmente. Serão feitos também exames que detectem inseticidas que já foram usados. 
12- O Secretário afirmo uqe tudo já está sendo providenciado e os exames e acompanhamentos ficarão a critério do Centro de Referencia em Saúde do Trabalhador - CEREST.   

RESUMO GERAL
1-Pagamento do incentivo de final de ano: NEGADO
2-Reajuste da GIDAS, de R$ 150,00 para 1.000,00: PROPÔS REAJUSTE DE R$ 100,00
3-Criação de auxílio bloqueador solar e labial no valor de R$ 100,00: NEGADO
4-Criação de lei municipal instituindo a função de supervisor de endemias, onde para exercer a função sejam exigidos critérios e uma seleção: NEGADO
5-Recesso de final de ano, com objetivo de estimular e valorizar os agentes comunitários e de endemias: NEGADO
6-Fornecimento de crachás: JÁ ESTÁ SENDO PROVIDENCIADO
7-Implantação da GIDAS e do adicional de insalubridade dos ACE e ACS novatos, com efeito retroativo as nomeações: CONCORDA MAS DEPENDERÁ REUNIÃO COM SEMAD
8-Pagamento das duas datas bases vencidas, sem avaliação de desempenho dos servidores: NEGADO, PORQUE DEPENDE DO PREFEITO
9-Rediscutir a possibilidade de horário corrido para ACE e ACS: NEGADO PARA O MOMENTO
10- Mudança da tabela salarial do PCCV, onde a matriz salarial dos ACE e ACS corresponda ao mesmo valor do nível médio, já que não é possível ascensão funcional: NEGADO
11-Realização de exames de saúde (dermatológico e de sangue), para ACE e ACS: ATENDIDO, SERÁ PROVIDENCIADO NO CEREST
12- Capacitação profissional para ACE e ACS:
ATENDIDO. ESSE MÊS SERÁ INICIADO

Nenhum comentário: