quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

A DIREÇÃO DO SINDAS ESTÁ INDIGNADA COM ESSA COVARDIA CRUEL


A turma de Igapó, mais conhecida como a turma de Seu Luiz, paralisou suas atividades da mesma forma que os demais agentes de endemias que não tinham fardamento. 
Por determinação do Supervisor geral Junior que foi orientado pela Coordenação do Programa Dengue, o supervisor informou à turma que mesmo sem vale-transporte e sem fardamento, só assinariam o ponto se fossem atrás dele. Ao sermos procurados intervimos de imediato, pois seria o maior absurdo uma turma com PA fixo em uma unidade de saúde, ser prejudicada para fazer a vontade exacerbada de quem TÁ POUCO SE LIXANDO COM OS TRABALHADORES QUE VERDADEIRAMENTE TOCAM O PROGRAMA DENGUE NAS COSTAS.
Tivemos uma reunião com a Coordenação do PMCD ainda quando Márcio Yvanccir não era coordenador. Nessa reunião, a Coordenação desmentiu o supervisor geral Júnior, alegando que nunca deu ordem de prender ponto. Saímos da reunião com a promessa da coordenação resolver o problema em curto prazo.
Poucos dias depois, já com Márcio Yvanccir na coordenação, os agentes e os supervisores foram convocados para uma reunião sobre o problema. Nós do SINDAS passamos mais de 2h esperando essa reunião começar e, enquanto aguardávamos, conversamos com supervisor que desabafou e disse que a ordem de não passar o ponto partiu de Júnior e que estava furioso por ter ficado sabendo que Junior tinha dito que não deu essa ordem.
Mentiras a parte, o nosso interesse era de ver o caso resolvido, mas formos impedidos de participar da reunião. Depois soubemos através dos agentes que participaram da reunião, que havia ficado acordado na reunião conduzida por Márcio, Lúcio e Jeane, que ninguém levaria falta e que o supervisor passaria pra eles assinarem o ponto no PA de origem.
Agora no pagamento de dezembro fomos procurados pela turma de igapó, que tiveram a metade dos salários cortados por causa de uma atitude baixa e covarde dos coordenadores do PMCD, da Gerente técnica do CCZ e do supervisor, dos quais a palavra não vale muita coisa, pois eles acordaram uma coisa com a turma sem a presença do sindicato e meteram falta de propósito para tentar jogar os agentes contra o sindicato, por ter intervido e orientado os agentes a não permitirem abusos de autoridade e nem assédio moral.
Depois da armação concretizada começou a se procurar culpados. Vergonhosamente um dos agentes já estava incitando a turma contra o sindicato, diga-se de passagem, a maior vítima dessa história. Hoje pela manhã Chegou com os colegas no SINDAS afirmando que tinha ligado para Márcio, que iriam para o CCZ resolver o problema e que o desconto tinha sido coisa do NEGRO SAFADO DO EDMILSON. Na mesma hora rebati os exageros do agente disse-lhe que não iria ser do jeito que ele queria e que iriamos encaminhar o problema oficialmente para o Diretor do CCZ, pois as faltas foram propositais. Esclareci aos demais agentes sobre meu ponto de vista e pedi calma, enquanto isso, o mesmo agente que já tinha a informação que o culpado era Edmilson ligava para Marcio relatando tudo que estava ocorrendo no SINDAS, além de fazer pouco caso da situação com piadas de moleque.
De taxi, acompanhado de um diretor e com ofício em mãos pra o Diretor, os agentes seguiram para o CCZ. Lá Marcio teve o disparate de dizer que eles não eram para ter procurado o SINDAS, porque ele resolvia.
Coisa nenhuma, meteram 10 faltas nos pais e mães de família para tentar nos atingir e culpar EDMILSON. Não se preocuparam com os agentes em nenhum momento.
Com essa atitude “honrosa” dos verdadeiros donos da RAZÃO, esses pais de família poderão receber o pão que tiraram da boca de seus filhos só no pagamento de janeiro de 2013. Mas faremos de tudo com ajuda de Edmilson para fazer a devolução dos dias e tentaremos uma folha complementar até dia 10/01/2012, o que não tem muita chance de ser feita.
Acusar é muito fácil, mas quem tinha a intenção de culpar o "NEGRO SAFADO" como foi dito, quebrou a cara, pois ontem (26/12) eu já havia falado com EDMILSON ele disse que a folha sequer passou por ele. Realmente, hoje estive na SMS e confirmei com Viulânia, a folha dos agentes que antes era assinada por Edmilson e pelos coordenadores da Dengue, curiosamente dessa vez não foi assinada por Edmilson, portanto, restou comprovada mais uma armação, qual seja, culpar quem sequer sabia das faltas e do acordo com a turma de Igapó.
QUERO APLAUDIR OS VERDADEIROS AGENTES DA TURMA DE SEU LUIZ QUE ESTÃO UNIDOS, QUE NÃO APOIAM QUEM PREJUDICA TRABALHADOR E NEM SE DEIXA LEVAR POR ARMAÇÕES BAIXAS, QUE TIRA O PÃO DA BOCA DO FILHO DE UM TRABALHADOR. ISSO É UMA VERGONHA.

Nenhum comentário: