domingo, 4 de março de 2018

PREFEITURA DE EXTREMOZ IRÁ INSTITUIR REGIME PRÓPRIO DE PREVIDÊNCIA


A Prefeitura de Extremoz desde o ano de 2015 tentou instituir na marra o Regime Próprio de Previdência, mas com muita garra e determinação nós do SINDAS/RN unificados com outras entidades conseguimos derrubar a votação.
VEJA VÍDEO E FOTOS DA CONQUISTA DE 2015, QUANDO BARRAMOS PL

Tínhamos consciência que havíamos adiado esse assunto, e se ele voltasse a ser discutido que fosse de forma transparente e participativa.
Conseguimos barrar a votação em 2015, mas no ano passado a discussão veio à tona novamente com a Gestão do Prefeito Joaz.
Depois de algumas reuniões com os sindicatos, deixamos claro que não iriamos discutir a matéria sem a disponibilização do estudo atuarial, indispensável em qualquer projeto de lei de RPPS.
O SINDAS e outras entidades sindicais, preocupados com a discussão, no final do ano passado programou um seminário para discutir o assunto. No dia 10/01/2018 o seminário foi realizado com a presença da Gestão, representada pela Procuradora do Município, Drª. Daniele.
SEMINÁRIO 10-01-2018
Sem o estudo atuarial e diante da incerteza de quanto o projeto iria voltar a ser discutido, fomos pegos de surpresa dia 23/02/2018, quando a Gestão enviou um estudo atuariam confeccionadas as pressas dia 28/01/2018.
Mais surpresos ainda, ficamos quando tomamos conhecimento que o projeto da previdência iria ser votado dia 27/02/2018.
Sem pensar duas vezes nos mobilizamos e ocupamos a Câmara Municipal para não permitir a votação. Sugerimos uma conversa entre sindicatos e o Presidente da Câmara para adiar a votação. Depois de um conversa clara e objetivo, o Presidente do SINDAS e a Coordenadora do SINTE-Extremoz, acompanhados das demais entidades sindicais conseguiram que a matéria não fosse votada e fosse dado um prazo para novas discussões.
MOMENTO QUE CONSEGUIMOS TIRAR O PL DE PAUTA DIA 27-02-2018

Dia 02/03/2018 outra surpresa, a Câmara convocou uma reunião às 10h e informo que durante a tarde colocaria o projeto em votação. Como estávamos em assembleia em Natal não participamos da luta, mas nossos parceiros de luta aguerridos com sempre fizeram o dever de casa e mais uma vez barraram a votação até que todas as mudanças e adequações sejam feitas no projeto de lei e estudo atuarial.  
Às vezes não estamos em todos os cantos que a categoria deseja, não atendemos telefone e nem temos tempo de interagir o dia todo em redes sociais, por que estamos em luta.
É por esse e outros exemplos, que muitas das vezes os sindicalistas que efetivamente trabalham e não têm tempo de ficar o dia todo em redes sociais são criticados, mas saibam o SINDAS/RN é o que é hoje e a categoria tem o respeito que tem, porque ainda tem que faça a diferença no mundo sindical.
Ser sindicalista de fundo de rede ou de sofá, que fica o dia em redes sociais enquanto os outros trabalham é muito bom. Difícil é trabalhar 7 dias por semana, muita das vezes além da carga horária, seja no interior ou atendendo os associados na sede do Sindicato.
O PROJETO SERÁ PAUTADO DIZ PRESIDENTE DA CÂMARA

Nenhum comentário: