terça-feira, 20 de maio de 2014

PREFEITURA DE NATAL DARÁ REAJUSTE DE R$ 5,68% COM DINHEIRO QUE JÁ É DO SERVIDOR.

PREFEITURA DE NATAL DARÁ REAJUSTE DE R$ 5,68% COM DINHEIRO QUE JÁ É DO SERVIDOR.

A Prefeitura de Natal, anuncia na mídia que está dando 5,68% de reajuste aos servidores do Município, mas é mentira. O reajuste de 5,68% para boa parte dos servidores, será pago com dinheiro dos próprios servidores, com a Vantagem Individual de Caráter Transitório-VICT, que os servidores recebem no contracheque. O que será feito é apenas a incorporação.
Para melhor entender: Se o servidor receber R$ 1.000,00 de salário e R$ 60,00 de VICT, ele terá direito a R$ 3,20 de reajuste salarial, por que os outros R$ 58,80 será retirado da VICT, ou seja, não há reajuste coisíssima nenhuma, como a Prefeitura mentirosamente vem anunciando.
Na tarde de ontem foi entregue aos sindicatos a versão final da proposto do Governo que já havia sido anunciado a mídia. O único avanço que teve foi a concordância de extinguir o abo dos de alguns servidores que ganham menos de um salário mínimo e o restante é abono.
Referente a gratificação oferecida pelo Secretário de Saúde na última reunião com o SINDAS no valor de R$ 150,00, ratificada na mesa de negociação ocorrida na SEMPLA dia 15/05/2014, na reunião da tarde de ontem 19/05/2014, não foi conformada a sua manutenção e nem tampouco o atendimento aso pontos de pauta prioritários aprovado na última assembleia da categoria protocolado na prefeitura dia 16/05/2014(ofício abaixo).
VEJA OS PONTOS PRIORITÁRIOS
1.    Atendimento integral das reivindicações de fardamento, material de trabalho e protetores solar e labial para os ACE e ACS.
2.    Abono integral dos dias de greve, sem desconto de auxilio transporte e auxílio alimentação, vez que estes adicionais vêm complementando a renda dos agentes;
3.     Criação de uma gratificação no valor de R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), o que não irá onerar a Municipalidade, por que os recursos financeiros a serem utilizados já são repassados pelo Ministério da Saúde;
4.    Implantação do Adicional de Tempo de Serviço de todos os agentes de saúde, a partir do mês de maio de 2014, levando-se em conta a data de admissão de cada servidor;
5.    Que o reajuste seja retroativo a março de 2014, sobre o salário base atual de cada agente de saúde, sem utilização da VICT;
6.    Que a VICT seja incorporada definitivamente no salário base a partir de maio de 2014. 

O SINDAS e o SINSENAT, visando avançar nas negociações, propôs na última reunião com Secretário Chefe do Gabinete Civil, Kleber Fernandes e com secretário municipal de Administração e Gestão Estratégica, Fábio Sarinho, que sejam revistos os pontos prioritários apresentados pelos sindicatos e que o reajuste não seja dado retirando da VICT.
Só pra ter ideia do pouco caso com os servidores, o ofício do SINDAS protocolado desde sexta-feira passada, sequer havia sido entregue ao Chefe de Gabinete do Prefeito, o que demonstra que a Prefeitura não tem interesse de acabar com a greve.
Lamentamos que muitos agentes ainda insistam em continuar trabalhando, colaborando assim, com o Prefeito que a todo momento está afirmando que o servidor não merece valorização. Esperamos que que os colegas que ainda não aderiram a greve, se conscientizem   

Convocamos todos os agentes em greve para participarem e uma assembleia no auditório do SINSENAT amanhã 21/05 às 13:00h, com a finalidade de discutir assuntos relacionados ao movimento e a resposta que a Prefeitura ficou de enviar aos sindicatos hoje sobre as observações que fizemos na reunião, em especial sobre não tirar o reajuste da VICT.

Nenhum comentário: