quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

AÇÃO DO SINDAS CONTRA SINDSAÚDE TOMA NOVO RUMO

Ingressamos com uma ação na Justiça do Trabalho contra o SINDSAÚDE, apenas para que a Justiça proíba eles de intrometerem-se na base de representação do SINDAS, mas por causa de intransigência do SINDSAÚDE, eles agora estão obrigados a apresentar em 20 dias, toda documentação de fundação da instituição, inclusive, os documentos de todas as suas regionais.
         Os documentos incluem: editais de convocação para assembleias de fundação eleição e posse de diretorias, atas de assembleias, registro atualizado no Ministério do Trabalho com nome da atual diretoria e todos os documentos de cadastros de pessoas jurídicas, registrados nos respectivos cartórios de pessoa jurídica. 
Nunca tivemos dúvida da legalidade do SINDAS, porque seguimos à risca a legislação e todas as normativas do Ministério do Trambalho, órgão este incumbido de fiscalizar a unicidade sindical prevista na Constituição Federal.
Além do SINDSAÚDE ficar proibido de intrometer-se na nossa base de representação, poderá ficar provado dentro de um processo judicial que o SINDSAÚDE e suas regionais são ilegais a luz da legislação aplicável a fundação de sindicatos.

Podemos afirmar que essa é uma novela que quanto mais se prolonga, mais nos faz feliz, porque temos a oportunidade de darmos um basta de uma vez por todas nos abusos cometidos contra nós do SINDAS. 
FONTE: BLOG DO SINDAS/RN

Nenhum comentário: