quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

SECRETÁRIO DE SAUDE DE NATAL CONVOCA SINDAS PARA APRESENTAR PROPOSTA DE GRATIFICAÇÃO

Na manhã desta quarta feira, o SINDAS e uma comissão de agentes dos 5 distritos de Natal, se reuniram com Secretário de Saúde de Natal e sua equipe tecnica, para ouvir a proposta de gratificação formulada pela SMS.
Tramitava um processo admnistrativo aberto pelo SINDAS, que peliteava uma gratificação de 50% do salário base de cada ACE e ACS, mas depois de muito estudo, a SMS resolveu apresentar uma proposta mais do que reabaixada.
Foi apresentada uma vergonhosa  proposta de gratificação de 10% sobre o salário base, a ser paga mensalmente, mediante o atingimento de alguns indicadores relacionados a área de atuação dos ACE e ACS.
O Secretário informou ainda, que nem isso está garantido, por que ainda se reunirá com a equipe financeira da Prefeitura. Alegou que o percentual proposto reflete as condições que o Municipio tem no momento, bem como, que foi considerado o fato da gratificação ser sobre o salário base da categoria, o que, segundo ele, será um ganho porque toda vez que o salário base aumentar a gratificação aumentará junto.
Transmitimos em poucas palavras  o sentimento da categoria: Dissemos na reunião que a gratificação proposta por nós era de 50% e uma gratificação de 10% vai ser vista como esmola; que esperamos muito para receber alguma gratificação, já que somos os unicos que não recebemos nada; que o valor de 10% não reflete a realidade do Município já que cerca de 70% das despesas com os agentes é custeada pelo Ministério da Saúde; que só com valor do incentivo repassado aos ACS no final do ano daria pra custear 90% da gratificação; que a proposta será levada para categoria em assembleia, mas de antemão antecipa que não será aceita por que o valor é irrizório se comparado com as demais gratificações do municipio; que o pagamento de uma gratificação de 10% não valoriza a importância do trabalho dos agentes e servirá para aumentar a evazão de campo, diferente de uma gratificação  de função razoável, que prenderia a categoria nas suas funções habituais.
Antes do término da reunião solicitamos do Secretário que reavaliasse a situação do Município e visse a possibilidade de uma outra proposta melhor, e marcasse outra reunião para apresentar.

Nenhum comentário: