domingo, 13 de outubro de 2013

SECRETÁRIO DE PARNAMIRIM PROCURA O BLOG E SOLICITA DIREITO DE RESPOSTA PARA ESCLARECER ALGUNS FATOS.

   
  Avaliamos o pedido de resposta do Secretário e resolvemos abrir o espaço, afinal, nossa intenção é divulgar as informações que nos chegam. Não tomamos partido em nenhuma das versões, pois esse não é o papel da imprensa.
Bruno Pereira de Araújo Coelho esclareceu ao Blog, que não fez e nem é do seu feitio fazer investida alguma contra os ocupantes da área pública do entrono do Mercado Santos Reis em Parnamirim. Esclareceu que não há nenhum interesse pessoal e nem visa favorecer amigo algum.
Segundo Bruno, existe um processo que corre na Promotoria do Patrimônio Público, no qual, uma das exigências da Promotora, é que a Prefeitura não permita nenhuma ampliação ou alterações nas instalações já existentes, as quais segundo Bruno, são ocupações de área pública irregulares.
Bruno explicou que a Promotoria determinou que a Prefeitura não deve permitir novas ocupações da área pública do entorno do Mercado, bem como, que as já existentes não sejam modificadas pelos atuais comerciantes.
O Secretário afirma que agiu dentro da lei, que por diversas vezes procurou resolver a situação à base de muito diálogo, mas que um dos comerciantes notificados pela Prefeitura (Sr. Zenon), não concordou em desfazer as alterações feitas no seu quiosque, que segundo Bruno, consiste na divisão do imóvel para auferir renda com 02 alugueis. O que não seria permitido.
O Secretário esclareceu, que o quiosque de Zenon Alves pegou fogo por causa de um incêndio em um quiosque vizinho que consertava ventiladores.
Bruno desmente a versão de que perturbou e ameaçou os comerciantes. Ele disse que apenas cumpriu seu papel de Secretário, e o fato de ir pessoalmente, foi a forma que ele encontrou para tentar resolver os problemas objetos de notificações que não foram atendidas pelos comerciantes.
O Secretário afirmou ao blog que fiscais já haviam ido aos quiosques alvos de embargo, e que só ele já tinha ido 7 vezes, mas nem assim o Sr. Zenon regularizou os problemas apontados pela Prefeitura.  
Bruno disse que deixou seu gabinete e foi pessoalmente resolver tudo, por que o problema já se perdurava por 5 meses. Bruno esclareceu que foi dirigindo o veículo da sua Secretaria, por que dispensou o caminhão para atender outra demanda da Prefeitura.
Sobre a viatura da Polícia Militar que acompanhou a desocupação, o Secretário esclareceu que tudo foi solicitado oficialmente e o procedimento foi realizado de forma ordeira, inclusive, os pertences dos quiosques desocupados foram deixados nas casas dos comerciantes.
O Secretário finalizou seu pedido de resposta, informando que trabalha com honestidade e ética a frente da SENSUR desde 2012, e que as providências judiciais contra àqueles que o acusaram de praticar algum crime já estão sendo tomadas.

Nenhum comentário: