quinta-feira, 3 de novembro de 2011

FALTA DE VALES DOS AGENTES DE ENDEMIAS COMO VAI FICAR


Caros companheiros, estou muito chateado com a postura do Presidente do sindicato José Salustino, de não me avisar da reunião sobre os vales, que ocorreu hoje por volta das 13h. Foi avisado a outro diretor que estava comigo na sede do SINDAS e a mim não. Mas isso é só um desabafo, vamos ao que interessa:

Sobre a questão dos vales, segundo o Presidente, serão comprados 400 cartões até dia 15/11/2011, e serão feitas as recargas de passagens retroativas de todos os meses não recarregados. Perguntei a ele sobre as ameaças feitas pelo assessor jurídico da SMS na outra reunião ocorrida na DRT e ele disse que, não foi falado nada sobre isso na reunião de hoje, e que só foi visto a questão da recarga dos cartões. Não tenho mais detalhes para passar porque fiquei de fora da reunião, mas de antemão não concordo com esse posicionamento da SMS, pois o que já foi gasto do bolso é para voltar como dinheiro e não como passagens, pois de que adiantará cerca de R$ 500,00 em passagens se os agentes não usarão? E as contas que os agentes deixaram de pagar por ter tirado dinheiro para pagar passagens, será que serão pagas com as passagens que sobrarão?

Se eu estivesse na mesa, teria meus argumentos, mas infelizmente não fui. Peço desculpas por não ter tido a chance de usar meus argumentos, mas garanto uma coisa, um monte de passagens retroativas é prejuízo, pois quem vai vender o cartão não vende pelo preço que gastou do bolso. Pelas afirmações sobre a reunião de hoje, não se tocou no assunto de faltas ventilado na reunião da DRT, quem me garante que não virá surpresa por aí? No dia da reunião na DRT haviam agentes de saúde na mesa, um deles é Loureço da Turma de Dianaldo, Naja do SINDSAÚDE e mais duas agentes da Zona Norte. Todos nós presenciamos as ameaças e as indagações de penalizar os que ficaram em casa. Não é bem do jeito que o Pte. do SINDAS anda dizendo,  “que é invenção,  boatos e terrorismo”. Ele mesmo falou para os agentes de mãe Luiza sobre a possibilidade de faltas e inclusive, do risco de demissão de temporários, mas depois se contradisse quando liguei para ele reclamando e disse: “que história é essa de afirmar que os ACE terão faltas e de demissão, se foram só ameaças?”. Ele negou tudo e disse que era mentira dos agentes que tinham ligado para mim, mas em os procurou seguida e se retratou. 

O problema é que houve sim as ameaças e só fizeram com raiva da denúncia e da postura de certos diretores, que não se controlam emocionalmente e acham que são donos do mundo. Quero assegurar, que já entrei em contato com algumas pessoas da SMS, e estou tentando reverter às recargas dos meses anteriores em dinheiro, pois não concordo que o que já foi gasto se reponha com passagens, e que se assegure no papel o abono das faltas para não acontecer surpresa para categoria, como foi na greve.

Nenhum comentário: