domingo, 12 de abril de 2015

GRAÇAS AO SINDAS AGENTES DE EXTREMOZ CHEGAM A GANHAR ATÉ R$ 1.524,68 DE SALÁRIO BASE

Por onde o SINDAS passa a vida dos agentes de saúde muda, a exemplo dos ACE e ACS de e Extremoz, que após se filiarem ao SINDAS só acumulam conquistas.
A principal delas, foi a recente retificação da matriz salarial do plano de cargos, tomando como base a matriz inicial de R$ 1.014,00.
Aplicado os R$ 1.014,00 na matriz inicial do plano, que era salário mínimo, os agentes mais antigos passaram a ganhar R$ 1.524,68 de salário base.
No final de fevereiro a categoria deflagrou uma greve, mas o movimento só  durou três dias, porque graças a habilidade de negociação do SINDAS e a sensibilidade da gestão, a greve foi suspensa e a categoria voltou ao trabalho para aguardar o cumprimento do acordo.
A primeira reivindicação acordada e cumprida foi o pagamento do incentivo adicional do final do ano passado, pago por meio de folha complementar na primeira quinzena de março.
Entre algumas pendências estão a implantação dos auxílios alimentação e transporte, exames de saúde e fardamento. Este último já foi licitado e está dentro do prazo de entrega.
Na segunda feira passada, procuramos a promotora substituta de Extremoz, que nos atendeu na Comarca de Ceará Mirim onde é titular. O objetivo de procurar a Promotoria, foi para pedir o apoio do MP para que cobre da Prefeitura, o cumprimento do que ficou acordado.
      Não abrimos mão dos auxílios, porque com a adoção de dois expedientes os agentes estão custeando transporte e alimentação do próprio bolso.
No dia 08/04 reunimos a categoria e deliberamos que, até que sejam implantados os auxílios alimentação e transporte, todos irão trabalhar horário corrido por 10 dias e, após esse prazo, discutiremos a retomada da greve.
Após a reunião com a categoria, protocolamos na Promotoria de Extremos, um pedido de providências, o que provavelmente já ocorreu, vez que, no final da tarde do dia 09/04 o Secretário de Administração solicitou a nossa presença na Prefeitura na manhã do dia 10-04.
Ele se comprometeu abrir dois processos para tratar da implantação dos auxílios e de dar celeridade no andamento.
Na oportunidade deixamos claro que estávamos sendo coerentes em não parar e de ficar trabalhando horário corrido.
Ficou marcada outra reunião para segunda feira 13/04, data que pretendemos dar um fim no impasse dos auxílios.
Em meio as reivindicações, presenciamos a alegria dos agentes que ao receberem seus contracheques confirmavam o avanço salarial negociado pelo SINDAS.
Nem tudo foi cumprido pela Prefeitura, mas reconhecemos os importantes avanços já concretizados.

Nenhum comentário: