sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

SINDAS DENUNCIOU PREFEITURA DE CAICÓ POR ASSÉDIO MORAL A AGENTES DE SAÚDE

Nós do SINDAS cobramos atrás de melhorias salarias e de condições de trabalho, mas não deixamos de lado os casos de assédio moral cometidos contra a categoria. No último dia 05/02/2015, comparecemos ao Município de Caicó, para uma audiência no Ministério Público de Caicó, objeto de uma denúncia feita pelo SINDAS.
Não audiência foram esclarecidos alguns fatos e o Procurador determinou um prazo de 60 dias, para que a Prefeitura apresente provas das prudenciais que foram tomadas contra os servidores que cometeram assédio moral.
Para nós é gratificante adotar medidas come essas, que além de coibir discriminação e assédio moral no meio ambiente de trabalho, serve como exemplo para que outros profissionais tomem medidas contra possíveis agressores.
Em Caicó graças ao SINDAS e a colaboração do Prefeito Roberto Germano, hoje existe uma Lei própria que trata de assédio moral. A lei foi aprovada no ano passado e foi projeto de Lei apresentado pelo Presidente do SINDAS em negociação com Prefeito de Caicó.

É importante que as pessoas leiam a documentação abaixo, porque além de servir para aprimorar o conhecimento sobre o tema, é mais uma prestação de contas das nossas importantes ações na defesa dos nossos queridos agentes.
OFÍCIO DENUNCIADO A PREFEITURA E SMS
ATA DE AUDIÊNCIA NA MPT-CAICÓ

CONFIRA A LEI CONTRA ASSÉDIO MORAL 
CLICANDO

Nenhum comentário: