sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

GREVE DOS AGENTES DE SAÚDE DE NATAL ANUNCIADA

Os agentes comunitários de saúde e agentes de endemias de Natal, aprovaram nesta sexta feira(13-02-2015), que após o carnaval irão se reunir novamente para aprovar o indicativo de greve da categoria.
Além da falta de condições de trabalho, a categoria não dispõe de fardamento completo, acumula prejuízos financeiros com o não cumprimento da Lei do Plano de Cargos da Saúde, teve o pagamento do retroativo da gratificação negado pelo Prefeito (que para não pagar alega inconstitucionalidade da Lei Promulgada nº 401/2015), os agentes que trabalham com UBV (fumacê portátil) não dispõe de exames de saúde e nem está sendo pago a insalubridade no percentual devido,  não estão sendo garantido aos demais agentes a realização de exames de saúde periódicos(exames de sangue e acompanhamento dermatológico etc.).
Outra questão que incitou a categoria a fazer greve, foi o não pagamento das horas extras trabalhadas no sábado do Dia “D” da campanha de vacinação antirrábica. Além da categoria amargar o desprazer de receber quintinhas podres no dia vacinação, agora, após terem trabalho, a Prefeitura protela o pagamento alegando impossibilidade de se criar novas despesas.
A categoria também cobra a nomeação dos aprovados no último concurso, porque tanto os agentes comunitários quanto os de endemias, estão sobrecarregados de trabalho pelo déficit de pessoal que se acumula ao longo dos últimos 10 anos. Natal tem o mesmo número de agentes comunitários e de endemias, desde a criação do programa agentes comunitários de saúde e municipalização do combate a Dengue.
A expectativa do sindicato da categoria, é que dos 1.154 agentes de Natal, 50% adira ao movimento. Com essa adesão vários serviços poderão ser prejudicados nas unidades de saúde, bem como, o trabalho de combate à Dengue e UBV ficarão prejudicados.
Uma das nossas maiores preocupações, além da paralisação nos serviços prestados nas comunidades pelos agentes, é a nova Febre Chikungunya transmitida pelo Aedes Aegypti. 
Após o carnal, a categoria irá fazer um grande movimento na Frente das Prefeitura de Natal, onde aprovará a data da deflagração da greve.

Nenhum comentário: