quarta-feira, 16 de maio de 2012

GRVE DOS RODOVIÁRIOS -TRT/RN EFETUA ORDEM DE BLOQUEIO DE CONTA DO SINTRO/RN PARA GARANTIR MULTA DE 25 MIL.


 Com o objetivo de averiguar o fiel cumprimento da decisão do TRT, em que obrigava o Sindicato dos Roviários manter 70% do ônibus circulando em horário de pico, foi encaminhada uma notificação à Secretaria de Mobilidade Urbana (SEMOB), para que fosse apresentado ao Tribunal Regional do Trabalho/RN, o relatório do percentual da frota que circulou na terça-feira, nos períodos de 5h às 9h e das 9h às 13h.

A SEMOB, por intermédio do Secretário, informou ao TRT que nenhuma das empresas fiscalizadas (Reunidas, Santa Maria, Guanabara, Conceição, Via Sul, Riograndense, Cidade do Natal, teve condições de colocar em circulação 70% da frota nos horários de pico e 50%, nos demais, em razão da greve deflagrada).

Comprovado o descumprimento da determinação judicial, o desembargador vice-presidente José Rêgo Júnior, efetuou a ordem de bloqueio on-line da importância de 25 mil reais de multa e caso se comprove insuficiência do saldo na conta do SINTRO/RN, ele determinou ao Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal SETURN, que retenha toda e qualquer importância a ser repassada ao SINTRO/RN, principalmente as mensalidades que se desconta do trabalhado para o sindicato e deposite judicialmente.

Na reunião ocorrida ontem no final da tarde, a Procuradoria Regional do Trabalho mediou uma negociação entre sindicato dos trabalhadores e dos patrões, sugerindo um reajuste de 6% nos salários de cobradores e motoristas. Para dar esse reajuste as empresas alegam que precisam arrecadar mais, ou seja, reajustar a passagem de R$ 2,20 para R$ 2,30.  Segundo o Procurador do Trabalho Dr. José Diniz de Morais, permanecendo o movimento grevista se descumprindo as determinação judiciais, novas medidas serão tomadas, tais como: solicitar ao desembargador José do Rêgo Júnior, vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho que determine o retorno imediato dos rodoviários ao trabalho, aumento da multa de R$ 25 mil para R$ 50 e a decretação da prisão do presidente do Sindicato, Nastagnam Batista.

“Só espero que isso tudo se resolva da melhor forma, pois de um lado a população não pode perder e do outro os trabalhadores não podem ser massacrados. Parabéns ao Presidente do SINTRO pela coragem e determinação”.

Nenhum comentário: