terça-feira, 20 de dezembro de 2016

SINDICATOS E SERVIDORES PRESSIONARAM OS VEREADORES DE NATAL A AGIREM NA QUESTÃO DO ATRASO DE SALÁRIOS

Na manhã dessa terça feira (20-12), os Sindicatos e servidores em greve, compareceram na Câmara de Vereadores, para participarem de uma adurência pública que debateria o atraso de salários dos servidores.
Por volta das 8:30h fomos informados que a audiência foi cancelada, porque os convites não foram enviados às autoridades. Segundo informações, a servidora responsável por enviar os convites é parente da jovem assassinada em São Gonçalo, enquanto amamentava o filho.
Por iniciativa da companheira Soraya Godeiro, fizemos uma reunião com Vereador Júlio Protásio. Na reunião além de se discutir uma pauta do SINDGUARDA, foi tirada nova data para a audiência pública, que será realizada na próxima terça feira (27/12) das 8h às 11h.
Após a reunião foi iniciada a Sessão da Câmara e a pedido dos Sindicatos, o Vereador Júlio Potásio suspendeu a Sessão e concedeu a palavra aos representantes dos sindicatos presentes.
Na fala do SINDAS deixamos claro que a irresponsabilidade do Prefeito de Natal está afetando diretamente os nossos filhos e prejudicando a vida de milhares de famílias. Outra questão denunciada, é o crime de desvio de finalidade e improbidade administrativa do Prefeito e seus secretários, no que tange aos recursos destinados aos ACE e ACS.
Após as nossas intervenções, tratamos de providenciar um relatório dos repasses federais desviados de finalidade e entregamos aos vereadores. Para o vereador Fernando Lucena, demos subsídios suficientes para ele pedir  o impeachment do Prefeito Carlos Eduardo.
Além do relatório, entregamos cópias das duas denúncias feitas na Procuradoria da União e Ministério Público do Patrimônio, contra o Prefeito Carlos Eduardo, Secretário de Saúde e a Secretária de Planejamento de Natal.
Na nossa avaliação, todos os denunciados podem se prejudicar, pelo fato dos recursos federais já assegurados, não terem sido aplicados para pagamento dos salários dos agentes de saúde. Como se trata de uma lei federal que destina os recursos especificamente para o salario dos ACE e ACS, sua utilização para qualquer outra coisa é crime e os responsáveis podem responder.
Só nos mês de novembro a Prefeitura recebeu quase um milhão de reais do Fundo Nacional de Saúde, mas os agentes de saúde sequer os salários receberam.
Na terça feira, pedimos aos agentes, para irem fardados ou de preto.
VEJA NOSSA FALA

Nenhum comentário: