sábado, 30 de agosto de 2014

PAGAMENTO DOS 30 DOS TEMPORÁRIOS

Com base na informação da SEGELM havíamos informado que o pagamento dos 30 dias dos temporários seria feito até a sexta feira, o que não ocorreu por causa da falta de assinatura do Secretário de Saúde num documento.
Ele se ausentou da SMS por problemas de saúde. Infelizmente o pessoal do DGTS só levou o documento para Secretário assinar quando ele já tinha ido embora, motivo pelo qual atrasou mais uma vez.
Mônica esteve lá pra procurar o pessoal do gabinete e logo em seguida nos ligou para pedir que o SINDAS entrasse em contato com Secretário para o motorista levar o documento onde o Secretário estava. Em fim tudo resolvido com a ajuda de Mônica. Mas o pagamento ficou para dia 04/09/2014, de acordo com o comprovante abaixo.
Vamos ficar na torcida que não haja mais nenhuma alteração. Agora por favor temporários, vamos pensar positivo e deixar de pessimismo, pois isso tem atraído só coisa ruim, para vocês.
Quanto aos comentários que alguns temporários andam dizendo, dando conta que o SINDAS abandonou todo mundo, que não estamos nem ai pra vocês, quero dizer o seguinte: 1º-todos só vieram da ITCI e entraram direto na Prefeitura com 6 meses de contrato garantido, renovável por mais 6 meses. Todos entraram direto na SMS sem ter que concorrer em uma seleção, graças a nós. 2º- todos entraram pra ganhar só o salario de R$ 900,00 e  a insalubridade de R$ 144,00, mas mais uma vez entramos em ação e garantimos R$ 193,00 de auxilio transporte e R$ 220,00 de auxílio alimentação. 3º- o contrato acabou e mais uma vez agimos e renovamos pela segunda vez. 4º- antes do segundo contrato acabar articulamos com Ministério Público uma homologação judicial autorizando renovar. 5º- antes do contrato vencer e considerando que a justiça poderia não autorizar renovar novamente, tratamos de alterar um projeto de lei que estava pra ser aprovado na Câmara, no qual propomos através do Vereador Ubaldo, uma emenda autorizando renovar o contrato novamente, o que vence agora em setembro. 

Infelizmente a Justiça emitiu uma sentença dizendo que não autorizaria a renovar dos contratos para não colaborar com a ilegalidade. Em seguida a Prefeitura tratou de realizar o concurso.

Mesmo ciente disso, corremos atrás e pleiteamos mais uma renovação. A resposta da Gestão foi de que não iria renovar contrato, por que o concurso será rápido e que será colocado em ação um plano de contingencia com os agentes efetivos. Disseram, ainda, que Natal não passa por epidemia e está fora do período chuvoso, com isso, não se justificaria mais uma renovação de contrato.
Não satisfeitos, corremos atrás de descontos em cursinhos, da liberação 1h mais cedo para todos matriculados em cursinhos e pleiteamos do Secretário, que o edital fosse mudado e se incluísse pontuação de títulos para os agentes temporários, mas a COMPERVE não aceitou.
Diante desses breves esclarecimentos cada um que tire suas próprias conclusões. Ao invés de ficar atacando quem dedicou longos 4 anos em prol dos agentes temporários, deveria se estudar pra passar no concurso, por que mesmo diante da possibilidade remota de se renovar os contratos, não vai demorar pra os concursados substituírem os temporários. O tempo despendido para falar besteira e atacar só quem ajudou a todos, é tempo perdido nos estudos.
“Criticar é uma coisa distinta de ser injusto e desleal diante de toda verdade. Fica o toque a todos”.

Nenhum comentário: