segunda-feira, 18 de agosto de 2014

SINDAS/RN CONSEGUIU A GRATIFICAÇÃO PARA TODOS OS AGENTES DE NATAL NO VALOR DE R$ 150,00.

Desde o dia que os agentes de saúde entraram na Prefeitura de Natal, nunca receberam nenhuma gratificação, por menor que fosse.
Quando não tínhamos sindicato e éramos filiados ao SINDSAÚDE não faltavam promessas, mas na prática nada se conseguia para ACE e ACS, diga-se de passagem, a única categoria que não recebe nenhuma gratificação, ou melhor, não recebia, por que o SINDAS acaba de corrigir essa disparidade. Muito se prometia, mas nunca colocaram vantagens no bolso do trabalhador, nem gratificação de PSF e nem qualquer outra gratificação, seja qual fosse à nomenclatura.
       Esse é mais um grande avanço do SINDAS, pois conseguimos aprovar em lei, uma gratificação de R$ 150,00 para todos os agentes, inclusive retroativa a março de 2014, enquanto nem isso o SINDSAÚDE conseguiu para os demais servidores, que só terão reajuste nas gratificações a partir da publicação da lei.
Pela redação original do projeto de lei enviado pelo Prefeito, a gratificação seria de três valores diferentes, podendo alcançar R$ 150,00 mediante avaliação de desempenho, a ser estabelecida unilateralmente pela gestão. 
De pronto fomos contrários que só os agentes fossem avaliados, pois seriamos os únicos a receber gratificação mediante avaliação, o que seria uma tremenda injustiça.
Não medimos esforços para retirar os critérios de avaliação de desempenho do projeto, mas o Secretário de Saúde não abriu mão e, informou ao líder do governo na câmara, que não era de acordo e se fosse sem avaliação o PL seria vetado, ou seja, continuaríamos sem receber a gratificação.
Diante da disparidade de só os agentes de saúde serem avaliados e considerando que a emenda que tirava os critérios de avaliação foi rejeitada por falta de 02 votos, discutimos uma possibilidade de empurrar a discussão para Mesa de Negociação da Saúde, na qual todos os sindicatos tem assento e poderiam defender os servidores como um todo, já que a emenda definia que não só os agentes seriam avaliados, e sim, todos beneficiados com as demais gratificações.
Para que só os agentes não fossem avaliados, concordamos com uma emenda do Vereador Júlio Protásio que definia que será pago a gratificação no valor de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais), até que seja e estabelecido um instrumental de avaliação mediante regulamento próprio, para todas as gratificações no âmbito do Município de Natal, com critérios a serem discutidos na Mesa Municipal de Negociação Permanente-MMNP-SUS Natal.
Com essa redação garantiríamos duas coisas importantes para os agentes, uma que a gratificação não será fracionada e três valores e outra, que não seríamos avaliados, salvo se os beneficiados com as demais gratificações da Prefeitura fossem.
O fato de só os agentes serem avaliados e os demais servidores não, seria uma injustiça e discriminação com a categoria mais sofrida e que mais trabalha na Prefeitura. Como não conseguimos retirar a avaliação do projeto, lutamos até o fim para que se fosse ter avaliação, que fosse para todos, com critérios a serem definidos em negociação. Não foi fácil, por quemesmo contra o SINDSAÚDE e os vereadores, Fernando Lucena, Marcos Antônio e Amanda Gurgel, defenderam com unhas e dentes que se mantivesse a avaliação só para os agentes, já que a emenda que isentava todos não foi aprovada.
A discussão foi acalorada, inclusive, alguns vereadores cometeram o crime de calúnia e difamação contra sindicalistas do SINDAS e SINSENAT, por que queriam que aceitássemos na marra que só os agentes fossem avaliados.
Esclarecemos que o fato de apoiar a emenda de Júlio Protásio foi o que garantiu justiça para com os agentes de saúde, e que não estamos preocupados com comentários mentirosos, maliciosos e desonestos, dos que são contra os agentes de saúde. Nossa preocupação é com a categoria que paga mensalidade e tá no sol sofrendo durante anos sem receber nenhuma gratificação. Não devemos satisfação a nenhum partido político e nem aos pelegos de outro sindicato.
Mesmo conseguindo benfeitorias financeiras para os agentes de saúde, os pelegos nunca nos elogiaram. Vejam algumas oportunidades nas quais nos taxaram de comprados pela gestão: Quando conseguimos 62% de reajuste, produtividade; mudança de regime, inclusão de todos no Plano de Cargos e efetivamos os agentes de 2008, ainda na gestão Micarla; quando conseguimos dois reajustes retroativos da data base sem mexer na VICT (2013 e 2014) e; agora quando conseguimos uma gratificação histórica para os agentes de Natal, nos taxam de comprados novamente? Nosso sentimento é de pena e de vitória ao mesmo tempo.

SINDAS, um sindicato de luta e independente, que só consegue vantagens para seus associados.

SALVE A IMAGEM ABAIXO E COMPARTILHEM NAS REDES SOCIAIS

Um comentário:

irica disse...

parabéns a todos que fazem a família sindas