sexta-feira, 6 de abril de 2012

AGENTES COMUNITÁRIOS E AGENTES DE ENDEMIAS UNIDOS POR UM SÓ IDEAL.


Na segunda feira, logo após o feriado da Semana Santa, os agentes de saúde acamparão em frente à Prefeitura, para deflagrarem uma das mais importantes greves da categoria. Além dos agentes estarem sem condições de trabalho estão sem fardamento e continuam sendo discriminados pela gestão com o não pagamento do Adicional de Tempo de Serviço. Se não bastassem todos esses problemas, a prefeitura iniciou a discussão em torno do reajuste salarial das categorias, ou seja, a data base que está assegurada e lei para o mês de março e fechou a mesa de negociação sem dar resposta aos sindicatos.

Depois de adiarem a reunião que estava prevista para o dia 28/03 e de não enviarem a proposta por escrito até a meia noite, não nos restou alternativa aos servidores, a não ser deflagrar o movimento e tentar assegurar em greve o que a Prefeitura poderia ter concedido amigavelmente sem prejudicar a população.

A preocupação do SINDAS é com a epidemia iminente de Dengue  e com os programas sociais como bolsa família, que sem os agentes comunitários pode ser prejudicado. Esperamos reabertura da mesa de negociação e o atendimento integral a nossa pauta, que é justa e não abriremos mão de nenhum ponto, pois muitos deles vem sendo negociados há um ano e, existe inclusive, procedimentos no âmbito da Procuradoria Regional do Trabalho, como é o caso da falta de vales-transportes.

Nenhum comentário: