domingo, 8 de maio de 2011

CONTRADIÇÕES DO SECRETÁRIO DE SAÚDE

Os dois vídeos possibilitam que façamos uma análise das contradições que o Secretário de Saúde de Natal vem entrando nesses últimos meses. Ao fazer a denúncia sobre a falta de material e condições de trabalho ele rebate dizendo “QUE NÃO HÁ DÉFICIT DE PESSOAL, QUE PODERÁ PAGAR R$ 500,00 A GUARDAS MUNICIPAIS, QUE PRETENDE ADOTAR UM MODELO DO RIO DE JANEIRO, QUE REONOVOU TODO O EPI DOS AGENTES ETC ETC”. No outro vídeo ele afirma “QUE CONTRATARÁ MAIS 150 AGENTES, QUE FORNECERÁ QUALIFICAÇÃO, QUE DISTRIBUIRÁ NOVOS EPIS ETC”.

Perguntas: Para que vai contratar mais agentes de endemias se, segundo ele, não existe déficit? Vai dar novos EPIS se ele mesmo disse que renovou recentemente? Tem R$ 500,00 para Guarda Municipal e não tem R$ 375,00 para os agentes? Afinal que tipo de surto esse secretário vem passando?

Para vermos ainda mais loucuras vejamos trechos de matérias da Tribuna do Norte:
Publicação: 22 de Março de 2011 às 16:24
O secretário de Saúde de Natal, Thiago Trindade, afirma que o cumprimento das oito horas diárias de trabalho dos agentes de endemias, neste momento, é inviável. Nesta terça-feira (22), depois de receber a informação de que o Ministério Público o denunciou improbidade administrativa, Thiago Trindade explicou que o aumento no número de casos de dengue neste ano era esperado e que, como gestor, teve que entrar em acordo com os agentes;

Publicação: 08 de Abril de 2011 às 10:04

A Secretaria Municipal de Saúde deverá concluir na próxima terça-feira (12) todo o detalhamento de execução das ações do Plano de Contingência de Combate à Dengue, colocado em prática a partir da decretação de estado de emergência em Natal, quarta-feira passada, em decorrência do aumento da epidemia da doença.
Uma das ações já estudadas pela SMS é a ampliação do número de agentes. Ainda não há um dado definido, porém se pensa em algo próximo de 150 novos profissionais, contratados temporariamente. “E iremos oferecer ainda uma requalificação para os 320 agentes que já estão atuando em campo”, reforçou o secretário Thiago Trindade.
CONCLUSÃO DE TUDO ISSO: “Epidemia de Dengue e sucateamento do Programa de Combate a Dengue foi premeditada para favorecer empresa privada, e quem sabe, algumas pessoas da administração Municipal”.





Nenhum comentário: