quarta-feira, 4 de maio de 2011

DENGUE SE ALASTRA EM NATAL E PREFEITA NÃO ATENDE REIVINDICAÇÕES DE AGENTES DE ENDEMIAS

Hoje 04/05/2011, os agentes de endemias de Natal se concentraram enfrente ao Prédio do Ministério Público do RN, na Rua Floriano Peixoto, enquanto uma comissão se reuniu com a Sra. Promotora de defesa da Saúde Kalina Correia Filgueira. Na oportunidade foi informado para promotora que os agentes não fazem questão de trabalhar 2 horários, mas para isso, a categoria não abrirá mão de condições dignas de trabalho, material de campo, gratificação que compense o aumento de 2 horas na carga horária efetiva e auxílio alimentação para categoria, tendo em vista que será impossível os agentes se deslocarem em apenas 2 horas de intervalo para fazer suas refeições, tomar banho e retornar ao trabalho.
Após a reunião com a Promotora da Saúde seguimos em protesto pelas ruas do centro até a Prefeitura, onde esperávamos ser recebidos por representantes da SEMPLA, PGM, SMS e Gabinete da Prefeita, para se atendidas as reivindicações programarmos o fim a greve que já dura 3 dias.
A greve segue firme e forte e as ameaças de exoneração feitas pelo Secretário de Saúde Thiago Trindade, serviram de gozação por parte da promotora que ao perguntar quantos anos de serviço os agentes têm e obter a resposta disse: “PORQUE O SECRETÁRIO ESTÁ AMEAÇANDO DEMITIR SE NINGUÉM ESTÁ EM ESTADO PROBATÓRIO?”.
Amanhã a atividade da greve será um ato de protesto no Centro de Controle de Zoonoses de Natal, para repudiar as mentiras ditas pelos coordenadores Lúcio Pereira e Alessandre que, em depoimento a promotora informaram que os agentes não tinham sequer concluído o 1º ciclo de combate a dengue, o que é uma calúnia grave e que os agentes não aceitam em hipótese alguma. Os mesmos coordenadores em outro momento informaram à promotora que existia cerca de 500 agentes em campo onde na verdade só existem 320, por isso tomaremos medidas judiciais e denunciaremos as falsas informações e má fé desses servidores.

Nenhum comentário: